Automobilismo

Automobilismo

Verstappen lidera segundo treino livre e termina o dia na frente no Azerbaijão


Verstappen lidera segundo treino livre
Foto: F1

A sexta-feira foi de Max Verstappen no circuito de Baku. Piloto mais rápido no primeiro treino livre do GP do Azerbaijão, a oitava das 20 etapas previstas para a temporada 2017 da Fórmula 1, o holandês repetiu a dose na segunda sessão e fechou o dia como o piloto mais rápido das atividades. Assim, superou o favoritismo dos carros de Mercedes e Ferrari, que vêm dominando o campeonato e venceram todas as provas realizadas até agora.

Com algumas rodadas e batidas, a atividade voltou a expor as dificuldades impostas aos pilotos no circuito de Baku, que possui seis quilômetros de extensão, com a velocidade mais alta do calendário da Fórmula 1 e uma combinação de longas curvas com outras muito fechadas, o que faz a pista ser apontada com uma mistura de Monza e Montecarlo. Além disso, problemas de aderência são uma preocupação.

Um desses acidentes ocorreu exatamente com Verstappen, no minuto final da atividade, a levando, inclusive, a terminar sob bandeira amarela. Mas isso não minimizou o brilho do piloto holandês, que registrou o melhor tempo da sexta-feira ao fechar a segunda sessão em primeiro lugar, com 1min43s362.

Além da liderança e do acidente com Verstappen, o treino teve outra batida mais forte, essa com o britânico Jolyon Palmer, da Renault, o que inclusive provocou a única bandeira vermelha durante o período de 1 hora e 30 minutos de atividade no circuito de Baku.

Com desempenho discreto na primeira sessão, a Mercedes melhorou no segundo treino livre do GP do Azerbaijão e garantiu a vice-liderança com o finlandês Valtteri Bottas, que marcou 1min43s462. Assim, ele impediu nova dobradinha da Red Bull, algo que havia ocorrido na primeira atividade da sexta-feira.

O australiano Daniel Ricciardo, então, teve que se contentar com a terceira posição ao marcar 1min43s473, sendo apenas 0s011 mais lento do que Bottas. O outro finlandês do grid, Kimi Raikkonen, da Ferrari, ficou na quarta colocação, com 1min43s489.

Assim, ele superou até mesmo o seu companheiro de equipe e líder do campeonato, o alemão Sebastian Vettel, que registrou o tempo de 1min43s615 e garantiu o quinto lugar, sendo o último piloto a registrar uma volta em menos de 1min44 no segundo treino livre do GP do Azerbaijão.

A grande surpresa do dia foi a sexta posição do canadense Lance Stroll, que ficou cinco posições à frente de Felipe Massa, seu companheiro de equipe na Williams, sendo quase 0s5 mais rápido do que o piloto brasileiro - 1min44s113 a 1min44s609.

Assim, como no primeiro treino livre em Baku, a Force India colocou os seus dois pilotos entre os dez mais rápidos na segunda atividade, com o mexicano Sergio Pérez na sétima posição e o francês Esteban Ocon em nono lugar. Entre eles, na oitava colocação, ficou o russo Daniil Kvyat, da Toro Rosso.

A relação dos dez primeiros colocados do segundo treino livre do GP do Azerbaijão foi completada pelo britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, que não conseguiu fazer boas voltas quando utilizava os pneus supermacios e ficou em décimo lugar.

Já o espanhol Fernando Alonso conseguiu o 12º melhor tempo, mas teve que abandonar a atividade antes do fim por causa dos problemas no motor Honda da sua McLaren. E isso no fim de semana em que o espanhol já havia perdido 15 posições no grid de largada por causa de mudanças na unidade de potência do seu carro, assim como o belga Stoffel Vandoorne, seu companheiro de equipe.

Os pilotos voltam a acelerar no circuito de Baku neste sábado, quando será realizada a sessão de classificação a partir das 10 horas (de Brasília). O horário é o mesmo da largada para o GP do Azerbaijão no domingo.


Selecione sua cidade

Cascavel | Londrina