Basquete

Basquete

Após bater recorde, Westbrook ganha prêmio de MVP da NBA pela primeira vez


Após bater recorde, Westbrook ganha prêmio de MVP da NBA pela 1ª vez

Em um campeonato marcada pelos seus recordes, Russell Westbrook foi eleito o Jogador Mais Valioso (MVP, na sigla em inglês) da temporada 2016/2017 da NBA e recebeu o seu prêmio em evento realizado no fim da noite de segunda-feira em um reconhecimento aos seus 42 "triples-doubles".

Westbrook teve médias de 31,6 pontos, 10,7 rebotes e 10,4 assistências por jogo, se somando a Oscar Robertson como únicos jogadores com médias de dois dígitos em três fundamentos durante um campeonato. Além disso, superou o recorde de "triples-doubles", que também era de Robertson, com 41, na temporada 1961/1962.

"Me lembro de estar em casa quando criança, jogando videogame e outras coisas com meu pai, e minha mãe e meu irmão sentados ali, e falando sobre quem sabe um dia eu poderia ser o MVP. Obviamente, então, brincávamos", disse Westbrook. "Mas agora, estar aqui com este troféu ao lado é realmente uma bênção, e é uma sensação incrível, algo que eu nunca poderia imaginar", acrescentou.

O jogador do Oklahoma City Thunder recebeu 69 votos como primeira opção e 888 pontos de um grupo de cem profissionais da imprensa e em uma votação dos torcedores, superando com larga vantagem James Harden, do Houston Rockets, que recebeu 22 votos como primeira opção e 753 pontos. Kawhi Leonard, do San Antonio Spurs, foi o terceiro com nove votos de primeira opção e 500 pontos.

Westbrook encerrou o reinado de dois anos de Stephen Curry, que na temporada passada se tornou o primeiro jogador a ser eleito o MVP de modo unânime. Ele se emocionou durante um discurso de agradecimento em que convidou vários companheiros a subir ao palco. "Nunca pensei que poderia dizer que rompi o recorde de Oscar Robertson e isso é realmente uma bênção", disse.

A vitória de Westbrook pôs fim à primeira cerimônia de premiação da NBA, que incluiu dois troféus para Rockets e Milwaukee Bucks, cada. Malcolm Brogdon, do Bucks, se tornou o primeiro jogador que não foi selecionado na rodada inicial do Draft a ser eleito o Calouro do Ano, superando Dario Saric e Joel Embiid, ambos do Philadelphia 76ers. Brogdon foi apenas a 36ª seleção no Draft de 2016 da NBA. Seu companheiro de equipe, Giannis Antetokounmpo ganhou o prêmio de jogador que mais evoluiu.

Mike D'Antoni, o técnico do Rockets, obteve o prêmio de melhor treinador. Ele já havia sido eleito anteriormente, no Phoenix Suns, e liderou o time de Houston a 55 triunfos na temporada regular. Eric Gordon, do Rockets, foi nomeado Sexto Homem do Ano após bater o recorde de cestas de três como reserva na sua primeira temporada sem ser titular.

Entre outros prêmios, Draymond Green, do campeão Golden State Warriors, foi consagrado como o melhor jogador defensivo, em honraria que havia ficado com Leonard nos dois anos anteriores.


Selecione sua cidade

Cascavel | Londrina