Basquete

Basquete

Rockets acerta troca com o Clippers e contrata o armador Chris Paul


Rockets acerta troca com o Clippers e contrata o armador Chris Paul

Semifinalista da Conferência Oeste na última temporada, o Houston Rockets deu um importante passo nesta quarta-feira em busca do sonhado título da NBA. O time texano acertou uma troca com o Los Angeles Clippers e vai ficar com um dos melhores armadores da liga: Chris Paul.

Astro do Clippers pelas últimas seis temporadas, Chris Paul ficou sem contrato ao fim do último campeonato e se tornou "agente livre". Ele poderia assinar com qualquer franquia da liga, mas chegou a um acordo com seu time e o Rockets para assinar um novo vínculo com a equipe de Los Angeles e ser imediatamente trocado para o rival texano.

Assim, o Clippers não saiu de mãos vazias da negociação. Em troca de Chris Paul, o time californiano recebeu o também armador Patrick Beverley, um dos melhores defensores de sua posição, o ala/armador Lou Williams, um dos principais reservas da liga nos últimos anos, o jovem ala/pivô Sam Dekker e uma escolha de primeira rodada do Draft do ano que vem.

A troca ainda não foi oficializada na NBA, mas alguns dos envolvidos já se manifestaram através das redes sociais. "Vamos lá, Clippers! Vamos lá!", escreveu Beverley em sua conta no Twitter. "Houston, obrigado por me receber de braços abertos. Dei tudo de mim toda vez que estive em quadra. Hora de trabalhar para Los Angeles! Clippers!", escreveu Sam Dekker.

Eleito o melhor técnico da última temporada, Mike D'Antoni agora terá que pensar em como montar sua equipe com Chris Paul ao lado de James Harden, um dos melhores jogadores da última temporada e que se destacou justamente como armador, tendo a posse de bola em suas mãos. Mas a chegada de um dos grandes nomes da liga deixa o Rockets teoricamente mais próximo de brigar com as potências do Oeste, como San Antonio Spurs e, principalmente, Golden State Warriors.

O Rockets será o terceiro time de Chris Paul, que chegou à NBA pelo então New Orleans Hornets, em 2005, antes de jogar no Clippers. Na última temporada, ele teve médias de 18,1 pontos, 9,2 assistências e cinco rebotes por jogo. Agora, terá a missão de ajudar o time texano em busca de seu terceiro título da liga, feito alcançado em 1993/1994 e 1994/1995.


Selecione sua cidade

Cascavel | Londrina