Egan Bernal confirma título e se torna o 1º colombiano a vencer a Volta da França

Estadão Conteúdo
Ciclismo | Publicado em 28/07/2019 às 17:55

Foram 146 Km em terreno plano, uma "passarela" para o colombiano Egan Bernal, que confirmou sua vitória histórica na Volta da França, a prova mais tradicional do ciclismo mundial. Com apenas 22 anos, ele conquistou a honraria pela primeira vez para seu país e tornou-se o primeiro latino a ganhar a prova desde o longínquo ano de 1913.

O título já havia sido praticamente sacramentado na etapa deste sábado e Bernal encerrou sua jornada francesa na famosa avenida Champs-Elysées, de Paris, num momento de pura celebração para descer da bicicleta e receber sua premiação ao lado de um dos maiores cartões postais do mundo.

"É uma felicidade que não pode ser descrita. É nosso primeira Volta da França. Foram disputadas muitas edições, muitos colombianos tentaram, ganharam muitas coisas, muitas corridas, mas o Tour não chegava. Creio que a Colômbia merecia isso", declarou o atleta.

Bernal se referiu, entre outros, ao compatriota Nairo Quintana, que em 2014 chegou a vencer as Voltas da Itália e da Espanha, mas acabou não confirmando seu favoritismo em solo francês, tendo de se conformar com dois vices, em 2013 e 2015.

"Agora, só quero chegar em casa e curtir a conquista. Ainda não assimilei a vitória no Tour. Logo pensarei no próximo objetivo, mas agora quero apenas comemorar com minha família", completou o ciclista, que também se tornará o mais jovem vencedor da história da disputa no período pós-Segunda Guerra Mundial.

O colombiano provou ser o mais forte entre os 176 competidores que partiram de Bruxelas, na Bélgica, no último dia 6 de julho, numa jornada de 3.366 quilômetros que terminou neste domingo com uma dobradinha da equipe Ineos nos dois primeiros lugares do pódio, com o galês Geraint Thomas, campeão de 2018, terminando em segundo lugar.

O domingo parisiense também foi dia para os franceses saudarem seus dois principais competidores, Thibaut Pinot e Julian Alaphilippe. Este último chegou a vestir a camisa amarela por 14 dias, mas acabou cedendo a liderança para o colombiano a dois dias do fim da competição. Já o primeiro teve de abandonar a corrida em lágrimas, por conta de uma lesão muscular na coxa esquerda, na sexta-feira.

Bernal tomou a liderança de Alaphilippe neste dia, quando a 19ª etapa teve de ser reduzida por conta de um deslizamento de terra na rota para a estação de Tignes e por uma violenta tempestade de granizo que tornou as condições da estrada das mais perigosas para os pilotos e a etapa acabou reduzida.

A etapa deste domingo, a última da competição, foi vencida pelo australiano Caleb Ewan, da equipe Lotto Soudal. Com uma disparada nos metros finais, no centro de Paris, ele superou o holandês Dylan Groenewegen, da equipe Jumbo-Visma, selando o final da disputa.



Relacionados

Londrina | 11-09-2019 20:13

Paraciclista londrinense inicia disputa do Mundial

Paraciclista londrinense inicia disputa do Mundial

Ciclismo | 19-08-2019 07:58

No Dia do Ciclista, campanha alerta sobre uso seguro da bicicleta

No Dia do Ciclista, campanha alerta sobre uso seguro da bicicleta

Ciclismo | 07-08-2019 18:00

Magno Nazaret conquista prata na prova do contrarrelógio no ciclismo do Pan

Magno Nazaret conquista prata na prova do contrarrelógio no ciclismo do Pan

Ciclismo | 28-07-2019 16:15

Avancini tem problema mecânico e só leva a prata no ciclismo; Jaqueline é bronze

Avancini tem problema mecânico e só leva a prata no ciclismo; Jaqueline é bronze

PUBLICIDADE