Após susto, Isaquias lidera semifinal e avança no Mundial de Canoagem Velocidade

Estadão Conteúdo
Corpo e mente | Publicado em 24/08/2017 às 14:05

Foto: reprodução / Facebook

Depois de levar um susto nas eliminatórias da prova dos C1 1000 metros, na qual sentiu forte desgaste e terminou em segundo lugar, o brasileiro Isaquias Queiroz liderou a sua bateria semifinal realizada horas depois, nesta quinta-feira, para avançar no Campeonato Mundial de Canoagem Velocidade e Paracanoagem, em Racice, na República Checa.

Dono de três medalhas nos Jogos Olímpicos do Rio, em 2017, sendo duas de prata (C1 1000 metros e C2 1000 metros, esta última ao lado de Erlon de Souza, Isaquias iniciou o dia de disputas da competição em uma eliminatória na qual liderou com folga no início, mas depois foi ultrapassado nos metros finais pelo checo Martin Fuksa.

Caso vencesse a bateria, o brasileiro teria se classificado diretamente para a final, mas o segundo lugar o obrigou a disputar a semifinal. E a sua passagem para a briga por medalhas ficou em dúvida depois que o canoísta precisou receber atendimento médico e deixou a água de lancha.

Horas mais tarde, entretanto, Isaquias mostrou estar recuperado ao liderar a sua semifinal de ponta a ponta e se garantir com tranquilidade na luta por medalhas. Ele cravou o melhor tempo destas baterias classificatórias, que foi de 3min57s612, enquanto o segundo lugar ficou com o bielo-russo Maksim Piatrou, com 3min59s812, e o francês Adrien Bart terminou em terceiro (4min01s012).

Horas antes disso, além do local Martin Fuksa, o alemão Sebastian Brendel e o usbeque Nurislom Tukhtasin Ugli avançaram diretamente à final, para a qual também asseguraram vaga na próxima fase por meio das semifinais o italiano Carlo Tacchini, o russo Kirill Shamshurin e o polonês Tomasz Kaczor.

A final da prova do C1 1000 metros será realizada às 6h08 (de Brasília) deste sábado, sendo que todos os outros brasileiros que competiram na parte da tarde (no horário checo) desta quinta-feira também se classificaram para finais de outras provas deste Mundial. Andrea Oliveira e Angela Silva passaram para a final A do C2 Feminino 500m, enquanto Wagner Souza avançou à decisão B do K1 Masculino 1000m.

Garantido na final de sábado, Sebastian Brendel, tricampeão olímpico, é considerado o maior rival de Isaquias na luta pelo pódio depois de ter levado a melhor sobre o brasileiro em duas provas na Olimpíada do Rio. Para completar, o alemão foi ouro no C1 1000m dos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012.

Isaquias também vai competir neste Mundial na prova do C2 1000m ao lado de Erlon de Souza. Em sua quarta participação na competição, ele soma seis medalhas (três de ouro e três bronze) das sete já conquistadas pelo time brasileiro na competição.



Relacionados

Corpo e mente | 14-03-2018 10:22

Ibiporã conquista bons resultados no xadrez e mountain bike

Ibiporã conquista bons resultados no xadrez e mountain bike

Corpo e mente | 06-03-2018 13:25

Time de Caiaque Polo de Londrina conquista Campeonato Brasileiro

Time de Caiaque Polo de Londrina conquista Campeonato Brasileiro

Corpo e mente | 01-03-2018 15:37

Campeonato de Crossfit será realizado em abril em Londrina

Campeonato de Crossfit será realizado em abril em Londrina

Corpo e mente | 23-02-2018 11:15

Rússia revela segundo caso de doping nos Jogos de Inverno

Rússia revela segundo caso de doping nos Jogos de Inverno