Futebol

Futebol

Biometria será usada para acesso de organizadas nos estádios em 2018


Biometria será usada para acesso de organizadas nos estádios em 2018
Foto: Divulgação

As torcidas organizadas do Brasil terão espaços específicos e com acesso através de sistema biométrico nos estádios a partir do próximo ano. A informação foi dada nesta sexta-feira pelo procurador-geral do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Felipe Bevilacqua. O uso do sistema biométrico estará previsto no Regulamento Geral de Competições da CBF, o que fará com que seja obrigatório em todos os jogos válidos por competições organizadas pela entidade.

O anúncio foi feito durante seminário "Todos juntos contra a violência", organizado pelo STJD na sede da CBF, no Rio de Janeiro. "Após todos esses anos e casos de violência que vimos, descobrimos que a torcida organizada é um grande canal para a organização do crime dentro do futebol", afirmou Bevilacqua.

"Trouxemos essa reivindicação (do uso de biometria) do Poder Judiciário e, trabalhando junto com a CBF, customizamos uma renovação no regulamento geral para o ano que vem. A intenção é que todos os clubes mandantes tenham uma área reservada para a torcida organizada e esse lugar específico terá o sistema biométrico para a entrada. Então, eventualmente, será mais fácil identificar um infrator, que terá seu cadastro na CBF e no clube", explicou o procurador-geral do STJD.

No mesmo seminário, o coronel Aristeu Tavares, representante do Ministério do Esporte, informou que está sendo elaborado um curso voltado à segurança pública para coibir a violência nos estádios.

A intenção, segundo o coronel, é "formar profissionais de segurança pública de todos os Estados juntamente com membros das federações, que são os que conhecem o dia a dia do futebol local, para trabalhar nas ameaças de violência nos eventos de futebol".


Selecione sua cidade

Cascavel | Londrina