Com reservas, Botafogo cai em Madureira e perde a segunda no Campeonato Carioca

Estadão Conteúdo
Futebol | Publicado em 21/01/2020 às 18:15

Foto: Instagram @botafogo

A ideia da comissão técnica do Botafogo de deixar os titulares fazendo a pré-temporada no Espírito Santo e mandar a campo 14 reservas, junto com atletas do sub-20, para iniciar o Campeonato Carioca não deu certo. Nesta terça-feira, o time alternativo alvinegro perdeu para o Madureira por 2 a 0, no estádio Conselheiro Galvão, no subúrbio do Rio de Janeiro, e conheceu a segunda derrota em dois jogos na Taça Guanabara, o primeiro turno do Estadual.

Zerado no Grupo A, o Botafogo está na lanterna e pode se complicar se seus concorrentes vencerem na rodada que terá sequência nesta quarta e quinta-feira. Por sorte, na primeira ninguém da chave ganhou e agora, depois de jogar duas vezes como visitante - perdeu para o Volta Redonda por 1 a 0 na estreia -, fará três partidas consecutivas no estádio do Engenhão - o primeiro contra o Macaé, neste domingo -, seguido pelo clássico contra o Fluminense no Maracanã na rodada final da fase de classificação.

Do outro lado, o Madureira tem muito o que comemorar. O time do subúrbio carioca se mantém com 100% de aproveitamento e lidera o Grupo B com seis pontos - Fluminense e Volta Redonda somam três cada e estão na cola. Neste sábado, pela terceira rodada, a rival será a Cabofriense, no estádio Correão, na cidade de Cabo Frio (RJ).

Em campo, os reservas do Botafogo foram dominados pelo Madureira. Logo de cara, aos sete minutos de jogo, o time da casa abriu o placar com um bonito gol de Emerson Carioca, que chutou cruzado de dentro da área, com efeito, no ângulo esquerdo alto de Diego Cavalieri. Com a vantagem, seguiu dominando as ações, se aproveitando do total desentrosamento da equipe alvinegra, e só não aumentou por conta de boas intervenções do goleiro visitante.

Na segunda etapa, o panorama seguiu o mesmo. O Madureira comandava as ações no meio de campo, sem dar qualquer chance de reação ao Botafogo. O máximo que conseguiu foi um gol anulado, erroneamente, por impedimento de Igor Cássio. Antes disso, aos 17 minutos, o time da casa marcou o segundo gol com Ygor Catatau, que aproveitou de cabeça um escanteio pela direita.

Até o final, com exceção do gol anulado do Botafogo, o Madureira manteve o domínio e conseguiu perder oportunidades incríveis como uma de Wander, que perdeu o gol sem goleiro ao furar a bola.

FICHA TÉCNICA

MADUREIRA 2 x 0 BOTAFOGO

MADUREIRA - Douglas; Rhuan Rodrigues (Gedeílson), Marcelo Alves, Edmário e Marlon; André Luiz, Humberto e Luciano Naninho (Bruno); Emerson Carioca (Luam), Wander e Ygor Catatau. Técnico: Toninho Andrade.

BOTAFOGO - Diego Cavalieri; Fernandes, Sousa, Kanu e Lucas Barros; Caio Alexandre, Gustavo Bochecha (Wenderson) e Luiz Otávio (Rafael Navarro); Lucas Campos (Dedé), Igor Cássio e Ênio. Técnico: Bruno Lazaroni (auxiliar).

GOLS - Emerson Carioca, aos 6 minutos do primeiro tempo; Ygor Catatau, aos 17 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Rhuan Rodrigues (Madureira); Igor Cássio, Kanu e Lucas Barros (Botafogo).

ÁRBITRO - Rodrigo Carvalhaes de Miranda.

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Conselheiro Galvão, no Rio de Janeiro (RJ).



Relacionados

Londrina | 26-02-2020 10:52

LEC tem três jogadores liberados do departamento médico para domingo

LEC tem três jogadores liberados do departamento médico para domingo

Futebol | 26-02-2020 10:45

Manchester City aciona o CAS para reverter suspensão de 2 anos imposta pela Uefa

Manchester City aciona o CAS para reverter suspensão de 2 anos imposta pela Uefa

Futebol | 26-02-2020 06:37

Goiás perde para o Sol de América e é 3º brasileiro eliminado da Sul-Americana

Goiás perde para o Sol de América e é 3º brasileiro eliminado da Sul-Americana

Futebol | 26-02-2020 06:37

Cristóvão Borges é demitido do Atlético-GO após sete jogos e uma derrota

Cristóvão Borges é demitido do Atlético-GO após sete jogos e uma derrota