De virada, LEC vence o Vila Nova e se aproxima do G4

Ana Carolina Contato
Futebol | Publicado em 26/10/2018 às 21:12

Carlos Henrique, autor do primeiro gol do Tubarão. Foto: Gustavo Oliveira/LEC

Os torcedores que compareceram ao Estádio do Café na noite desta sexta-feira (26) não podem reclamar da falta de emoção: ao longo de toda a partida entre Londrina e Vila Nova (GO) foi preciso ter nervos de aço para suportar os chutes a gol de ambas as equipes - mas no final, o LEC acabou levando a melhor e venceu por 3 a 2. Embora a rede não tenha balançado no 1º tempo, os dois times foram ofensivos e propuseram jogo: do lado alviceleste, a volta de Dagoberto e a boa parceria dele com Felipe Marques e Paulinho Moccelin levaram perigo ao gol de Rafael Santos em algumas oportunidades, mas faltou refinamento na finalização.

Já o Tigrão aproveitou as sucessivas falhas do zagueiro Dirceu e pressionou ao longo de toda a primeira etapa, especialmente com o meia Juninho. Na volta do intervalo, o Tubarão sofreu um revés antes mesmo do primeiro minuto: Mateus Anderson lançou Rafael Silva, que bateu na saída de Vagner e abriu o placar para o time de Goiás. Sem se deixar intimidar, o Londrina partiu para o ataque e, aos 25 minutos, Carlos Henrique empatou o jogo aproveitando o rebote da cobrança de falta de Dagoberto.

Três minutos depois, Vagner cobrou tiro de meta e a bola sobrou para Felipe Marques, que não desperdiçou e virou a partida. 2 a 1 Londrina. Longe de estar sacramentado, o jogo seguiu disputado e, aos 43 minutos da etapa complementar, Rafael Silva igualou o placar novamente após cruzamento rasteiro de Gastón Filgueira. Faltando poucos minutos para o apito final, o goleiro Rafael Santos agrediu Paulinho Moccelin dentro da área. Após muita confusão entre os jogadores e a arbitragem, Jailson Freitas decidiu expulsar o goleiro do Vila e marcou pênalti para o Tubarão.

Dagol - sempre ele - não deu chance e soltou uma bomba pro fundo do gol, sacramentando a vitória alviceleste por 3 a 2. Com o resultado, o Londrina Esporte Clube fica em 6º lugar na tabela, com 50 pontos - 2 a menos que o Goiás, o 4º colocado. A próxima partida do Tubarão será com o Avaí no próximo sábado (3) às 16h30 na casa do adversário. 


Polêmicas

Aos 29 minutos do 1º tempo, Dagoberto levou um carrinho dentro da área e ficou pedindo pênalti, mas o árbitro deu apenas tiro de meta, enfurecendo o torcedor. Já no lance que resultou no terceiro gol do LEC, Paulinho Moccelin ficou com o nariz sangrando após levar uma braçada de Rafael Silva e a partida precisou ser paralisada por cerca de 5 minutos até que Jailson Freitas decidisse o que fazer. Ao expulsar Rafael, o árbitro obrigou o Vila a colocar Gastón Filgueira no gol, pois o time já tinha gasto todas as substituições. Para a sorte do Londrina, o lateral não chegou na bola e Dagoberto marcou, ocupando a posição de artilheiro do campeonato.



Relacionados

Futebol | 22-09-2019 13:20

Napoli e Roma vencem fora de casa e seguem na cola dos líderes do Italiano

Napoli e Roma vencem fora de casa e seguem na cola dos líderes do Italiano

Futebol | 22-09-2019 12:50

Felipe Anderson dá assistência e West Ham vence o Manchester United no Inglês

Felipe Anderson dá assistência e West Ham vence o Manchester United no Inglês

Curitiba | 22-09-2019 10:48

Coritiba perde em casa e diretoria demite treinador

Coritiba perde em casa e diretoria demite treinador

Futebol | 22-09-2019 08:45

Carille ironiza protestos dos torcedores do Corinthians: 'Foi legal pra caramba'

Carille ironiza protestos dos torcedores do Corinthians: 'Foi legal pra caramba'