Linha 4

Publicidade

Londrina vence Remo, garante acesso e volta à Série B do Brasileirão em 2021

Weslley Lemos

Foto: Gustavo Oliveira/LEC

Tudo ou nada, esse era o sentimento antes da bola rolar na tarde deste sábado (16), em Belém (PA). O Londrina Esporte Clube (LEC) entrou em campo diante do Remo com a necessidade de vencer para conquistar o acesso à Série B do Brasileirão. O adversário já estava com a classificação garantida.

Além de conquistar três pontos, o Tubarão tinha que torcer contra o Paysandu diante do Ypiranga. A torcida deu certo, o time gaúcho venceu o Papão da Curuzu por 1 a 0. O LEC fez uma pressão enorme e quando nada mais estava dando certo, um gol contra garantiu o acesso do Tubarão. O time venceu por 1 a 0 e está de volta à segunda divisão do futebol brasileiro. O Londrina ficou em segundo do grupo D, com nove pontos. 

Abriu, chutou!
A primeira chance foi dos londrinenses, aos cinco minutos, o atacante Igor Paixão arriscou de longe e o goleiro Vinícius fez uma bela defesa. Esse era um sinal da pressão que o Alviceleste manteria para cima do adversário. A forma de jogo mudou e o Tubarão finalizou várias vezes, sempre de fora da área.

Adenílson tentou aos 14, mas sem perigo. Já aos 15, Jardel bateu forte e a bola passou ao lado da trave, assustando os jogadores do Remo. Aos 36, foi a vez do lateral Rafael Rosa chutar, Vinícius foi obrigado espalmar e a bola passou perto do travessão. Aos 38, Douglas Santos bateu rasteirinha e quase pegou na trave.

Já o Remo, entrou em campo classificado visando se manter em primeiro do grupo e garantir vaga na final da competição. Com seis desfalques e sem o técnico no banco, infectados pela Covid-19, a equipe teve poucas oportunidades no primeiro tempo, sem grande perigo.

Gol contra salva o LEC
Logo na volta dos vestiários, com dois minutos de bola rolando, o Ypiranga abriu o marcador contra o Paysandu no Rio Grande do Sul. Com isso, uma vitória simples do LEC garantiria o acesso. Aos seis minutos, Adenílson deixou Carlos Henrique livre dentro da área, cara a cara com o goleiro Vinícius, mas o atacante do Tubarão chutou em cima do defensor. Grande chance desperdiçada.

O Remo ainda estava vivo e na sequência quase saiu na frente. Aos oito, após cobrança de escanteio, Fredson cabeceou no travessão. Aos 14, o técnico Silvinho foi ousado, colocou Celsinho e manteve Adenílson em campo, tirando o volante Bidia.

 Aos 19, o Remo apareceu novamente no ataque e mandou outra no travessão. Após cruzamento, Eduardo Ramos cabeceou no ângulo, o goleiro Dalton salvou e bola ainda bateu no pau. Aos 28, o LEC assustou de novo de fora da área, Victor Daniel tocou para Adenílson, que arriscou e Vinícius espalmou. Aos 33, outra oportunidade, Celsinho deixou Samuel Gomes de frente com o goleiro, ele tentou uma cavadinha e a bola foi para fora. 

Quando parecia que nada mais daria certo, aos 42, um gol contra garantiu o acesso do LEC. Após cruzamento, o goleiro VInicius saiu errado, Samuel Gomes tocou para o meio da área e Gilberto Alemão, que havia acabou de entrar no jogo, jogou contra o próprio gol. O placar de 1 a 0 garantiu o time londrinense na Série B. 


Leia também
Grandes campanhas: Relembre últimas participações do LEC na Série B

Férias
Mais de um mês sem futebol e o torcedor vai sentir saudade do Londrina. O elenco foi liberado para um período de férias e vai se reapresentar apenas no dia 1º de fevereiro no CT da SM Sports. A próxima competição será o Paranaense de 2021, que começa no fim de fevereiro, contra o Maringá.

FICHA TÉCNICA
Clube do Remo x Londrina Esporte Clube – 6ª Rodada – Segunda Fase - Série C do Campeonato Brasileiro

Local: Estádio Mangueirão, Belém (PA) - sem público.
Data: 16/01/2021 – Horário: 17h
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (SP), Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)

Gols: Gilberto Alemão (gol contra para o Londrina aos 42 do segundo tempo).

Remo: Vinícius; Ricardo Luz, Fredson, Rafael Jansen e Lucas Siqueira (Julio Rusch) (Gilberto Alemão); Charles, Lailson (Dioguinho) e Felipe Gedoz; Tcharlles, Hélio (Wallace) e Eduardo Ramos (Eron). – Técnico: Paulo Bonamigo

Londrina: Dalton; Gedeílson, Jeferson, Marcondes e Rafael Rosa (Luan Marchiori); Bidía (Celsinho), Jardel e Adenílson (Fábio Matos); Douglas Santos (Samuel Gomes), Carlos Henrique e Igor Paixão (Victor Daniel). – Técnico: Silvinho

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade