Linha 4

Publicidade

Ponte Preta nega contato de representantes do Milan pelo goleiro Ivan

Estadão Conteúdo

Foto: Twiter @A. A. Ponte Preta

Após vir à tona a notícia de que Ivan entrou no radar do Milan para a próxima janela internacional de transferências, em junho, a Ponte Preta se pronunciou a respeito de possível negociação envolvendo o goleiro. Por meio da assessoria de imprensa, o clube campineiro assegurou não ter recebido nenhum contato do time de Milão, tampouco de representantes europeus.

"A Ponte Preta informa que o contrato com o camisa 1 está vigente e que não houve até o momento nenhum contato do Milan ou de qualquer representante da equipe de Milão com a Ponte", diz trecho da nota. "A diretoria executiva da Macaca reitera o compromisso de transparência em relação às negociações envolvendo os atletas alvinegros. Se e quando ocorrerem, elas serão divulgadas oficialmente pelo clube", continuou.

A equipe de Milão busca um reserva imediato para o talentosos Gianluigi Donnarumma, de apenas 20 anos e titular absoluto - Asmir Begovic deve ser emprestado até o meio do ano.

Ivan é o principal ativo da Ponte Preta no momento, mas a diretoria não tem pressa para encaminhar uma negociação. A meta é só liberar o jogador em caso de boa transação às partes envolvidas.

Cria da equipe campineira o camisa 1 tornou-se titular absoluto desde o início do Campeonato Paulista de 2018, quando estreou com vitória em cima do Corinthians, no Pacaembu, com direito a pênalti defendido. A multa rescisória gira em torno de R$ 20 milhões, e o clube alvinegro é detentor de 90% dos direitos econômicos.

Além do Milan, outros clubes italianos analisam o atleta - como a Roma, por exemplo. No ano passado, ao longo do Torneio Maurice Revello (antigo Torneio de Toulon), na França, foi alvo de vários agentes europeus. No Brasil, ele ainda foi sondado por Corinthians, Palmeiras e Grêmio.

Ivan, no momento, está a serviço da seleção brasileira sub-23, em treinamento para o Torneio Pré-Olímpico, na Colômbia, entre janeiro e fevereiro.

COMENTÁRIOS

Publicidade