Futebol

Futebol

Vanderlei diz que Santos não pode priorizar torneios e minimiza má fase de ataque


Vanderlei diz que Santos não pode priorizar torneios
Foto: divulgação

O goleiro Vanderlei, do Santos, afirmou em entrevista coletiva nesta sexta-feira, após o treinamento que serviu para definir a equipe que enfrentará o Cruzeiro, no domingo, às 19 horas, no Mineirão, que o clube não pode priorizar competições na continuidade desta temporada - o time é o atual terceiro colocado no Brasileirão, com 37 pontos, 13 atrás do líder Corinthians, além de estar classificado para as quartas de final da Copa Libertadores, fase em que vai enfrentar o Barcelona, do Equador.

"É complicado priorizar uma competição. A gente não pode abrir mão de um campeonato tão importante como o Brasileiro. Já vimos várias situações de times arrancarem no segundo turno e conseguirem o título. Temos de procurar o maior número de pontos e fazer a nossa parte. Futebol é assim. Temos de pensar primeiro no Campeonato Brasileiro e, quando tivermos oportunidade na Libertadores, fazer o melhor. Time grande como é o Santos não pode priorizar campeonatos", destacou o goleiro.

Apesar de o time santista vir se destacando pela solidez defensiva no Brasileirão, no qual tomou apenas 13 gols em 21 jogos. E Vanderlei, em grande momento, foi fundamental para que isso ocorresse. O ataque alvinegro, porém, vem deixando a desejar, pois o time marcou apenas um gol nas últimas quatro partidas, e o mesmo ocorreu na vitória por 1 a 0 sobre o Atlético-PR pela Copa Libertadores. Nos outros três duelos a equipe santista ficou no 0 a 0 com Avaí, Fluminense e Coritiba.

A falta de gols e vitórias gerou críticas dos torcedores santistas, mas o goleiro também minimizou a má fase ofensiva e foi além ao dizer que é preciso valorizar as campanhas que o time realiza na Libertadores e no Brasileirão. "Estamos entre os melhores da Libertadores. Não temos do que reclamar. O time está bem. Às vezes se joga mal e ganha. Futebol é imprevisível. Estamos fortes em duas competições e poucos clubes estão nessa situação", ressaltou o goleiro, para pouco depois destacar: "Sobre o nosso ataque, são coisas do futebol. A gente tem certeza de que eles (atacantes) vão crescer na hora certa: no segundo turno do Campeonato Brasileiro e na fase final da Libertadores".

Já ao projetar o duelo diante do Cruzeiro, Vanderlei projetou uma partida aberta, pois ambos os clubes precisam vencer para ampliar suas chances de alcançar os seus objetivos na competição nacional. "Temos acompanhado os jogos do Cruzeiro, mesmo este último contra o Grêmio (pela semifinal da Copa do Brasil). O ataque do Cruzeiro criou bastante também. Vai ser um jogo aberto, não será um jogo defensivo, porque as duas equipes precisam da vitória: o Cruzeiro para subir na tabela e a gente para se manter entre os primeiros", analisou.

TREINO - O elenco santista treinou na manhã desta sexta-feira no CT Rei Pelé e o técnico Levir Culpi reconduziu o volante Renato (que estava lesionado) ao time titular no lugar de Léo Cittadini, que deverá voltar para a reserva.

Assim, a equipe poderá iniciar a partida contra o Cruzeiro com a seguinte formação: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Alison, Renato e Lucas Lima; Jonathan Copete, Bruno Henrique e Ricardo Oliveira.


Selecione sua cidade

Cascavel | Londrina