Jéssica Andrade é nocauteada em 42s e perde cinturão para chinesa Weili Zhang

Estadão Conteúdo
Luta | Publicado em 31/08/2019 às 11:00

O cinturão do peso palha (até 52kg) não pertence mais a Jéssica Andrade. Neste sábado, na luta principal do UFC Shenzhen, na China, a brasileira foi nocauteada em apenas 42 segundos por Weili Zhang, atleta da casa, e perdeu o seu reinado na categoria que durava desde maio deste ano.

Zhang, por sua vez, se tornou a primeira lutadora da história da China a ser campeã do UFC e ampliou para 20 o número de vitórias seguidas. Antes da luta, a chinesa era apenas a sexta do ranking do Ultimate e surpreendeu com agressividade e técnica.

Jéssica Andrade reconheceu o desempenho superior da adversária, e, sem perder tempo, pediu revanche. "Não lutei como queria hoje, mas ficaria muito feliz se ela me desse a revanche. Pode ser na China, no Brasil, nos EUA, que vou estar muito feliz. Cada luta é uma luta, esse é meu estilo, infelizmente não foi meu dia", lamentou "Bate-Estaca", como é conhecida.

Zhang surpreendeu e atropelou a brasileira. Ela acertou um duro golpe de direita, que deixou Jéssica atordoada e a fez buscar o clinch. Na sequência, aplicou uma série de golpes na curta distância até derrubar a brasileira e obrigar o árbitro a interromper o combate aos 42 segundos do primeiro assalto.

"Quero muito agradecer ao meu país. Da última vez que estive aqui eu me comprometi a ser a primeira campeã chinesa do UFC e agora eu consegui", celebrou a nova detentora do cinturão do peso palha.

OUTROS RESULTADOS - Outros quatro brasileiros lutaram neste sábado no UFC Shenzhen. No card principal, Elizeu Capoeira teve sua série de sete vitórias seguidas interrompidas ao perder para o chinês Li Jingliang. Ele foi nocauteado aos 4m51s do terceiro assalto.

O oponente asiático dominou o combate e confirmou o triunfo por nocaute após acertar um uppercut de direita a poucos segundos do fim da luta, que se encaminhava para uma vitória por pontos do atleta local.

No card preliminar, se Jéssica Andrade não teve uma noite feliz, a sua companheira Karol Rosa pôde comemorar. Ela derrotou a compatriota Lara Procópio no duelo de estreantes pelo peso galo (até 61kg) por decisão dividida (28-29, 30-27 e 29-28).

Karol Rosa descolou um knockdown no terceiro round e encaixou mais golpes do que a oponente ao longo da luta. Ela chegou à sua 12ª vitória na carreira em 15 lutas e pôs fim à invencibilidade de Lara, que havia vencido nas seis vezes em que lutou.

Já Thiago Moisés não foi feliz na China. O brasileiro teve bons momentos, mas foi dominado em boa parte de seu confronto pelo peso leve (até 70kg) contra Damir Ismagulov e acabou derrotado por decisão unânime (30-26, 30-27 e 30-27) pelo russo.



Relacionados

Guarapuava | 04-09-2019 06:55

Armando Crissi conquista três medalhas no Mundial

Armando Crissi conquista três medalhas no Mundial

Luta | 01-09-2019 10:30

Brasil vence a Mongólia e conquista o bronze por equipes do Mundial de Judô

Brasil vence a Mongólia e conquista o bronze por equipes do Mundial de Judô

Luta | 31-08-2019 10:25

Brasil falha em 4 disputas e fica sem medalhas entre os pesados no Mundial

Brasil falha em 4 disputas e fica sem medalhas entre os pesados no Mundial

Luta | 29-08-2019 09:00

Em novo dia ruim do Brasil, Portela e Rafael Macedo caem cedo no Mundial de Judô

Em novo dia ruim do Brasil, Portela e Rafael Macedo caem cedo no Mundial de Judô