Miocic vence revanche contra Cormier e retoma cinturão

Estadão Conteúdo
Luta | Publicado em 18/08/2019 às 09:40

O cinturão dos pesos pesados voltou para Stipe Miocic. Na principal luta da noite do UFC 241, em Anaheim, nos Estados Unidos, o norte-americano levou a pior nos três primeiros assaltos, mas se ajustou e se vingou de Daniel Cormier ao vencê-lo por nocaute técnico aos 4min09s do quarto round, recuperando o cinturão da categoria.

Miocic, campeão de novo depois de 14 meses, passou por dificuldades especialmente no primeiro round, quando sofreu uma sucessão de cruzados e, depois, foi erguido nos ombros e derrubado por Cormier de forma plástica. No final do primeiro assalto, o bombeiro/lutador chegou perto de perder o combate por nocaute técnico, mas conseguiu se defender ao ponto de o árbitro não encerrar a luta.

A partir do segundo assalto, os dois passaram a boxear em curta distância e o confronto ficou aberto, até que, no último período, Miocic apostou nos ganchos no corpo que confundiram a defesa de Cormier e o deixaram exposto a duros golpes na cabeça. A estratégia deu certo e o cinturão foi recuperado.

Apesar de ter indicado em algumas ocasiões que esta poderia ser a última luta de sua carreira, Cormier deixou o futuro em aberto após o revés. "Não se toma decisões baseadas em emoções. Vou conversar com minha esposa e tomaremos uma decisão inteligente", afirmou o ex-campeão.

Na luta mais disputada da noite, uma verdadeira guerra no octógono, Paulo Borrachinha venceu o cubano Yoel Romero por decisão unânime dos jurados (triplo 29-28), se manteve invicto e pediu para lutar pelo cinturão do peso médio.

"Eu fiz meu melhor para esta luta. Treinei como um maluco. Pude estar aqui para enfrentar esta fera. Eu só vim aqui para fazer uma coisa: pegar meu cinturão. Eu vou esperar pelo (nigeriano Israel Mobolaji) Adesanya contra o Robert Whittaker. Depois disso, quero minha chance", solicitou.

Os dois lutadores travaram um duelo intenso desde o início, com golpes com a intenção de encerrar o embate a todo momento. No primeiro round, cada um aplicou um knockdown. Enquanto Borrachinha pressionava mais e encurralava o cubano conectando duros golpes no corpo, Romero mirava a cabeça do brasileiro, e pouco fez menção de levar a luta para o solo, com exceção de duas quedas no chão no segundo e terceiro rounds.

No fim, todos os jurados elegeram o brasileiro vitorioso. O público não concordou com o resultado e vaiou o anúncio da decisão, mas o brasileiro não se importou e comemorou sua 13ª vitória na carreira - a primeira por decisão - e a manutenção da invencibilidade.

O duelo foi tão disputado que acabou sendo eleito a "Luta da Noite" do UFC 241. Cada lutador faturou US$ 50 mil (cerca de R$ 187 mil). Com o cinturão recuperado, Miocic levou o prêmio de "Performance da Noite" e também embolsou US$ 50 mil. O outro bônus por desempenho foi concedido ao norte-americano Khama Worthy, que aceitou a luta contra o compatriota Devonte Smith com quatro dias de antecedência e nocauteou o rival ainda no primeiro round, no card preliminar.

Quem também venceu por decisão unânime foi Nate Diaz. Em seu retorno ao octógono após três anos parado, o norte-americano "bad boy" mostrou que não sentiu a falta de ritmo decorrente do tempo parado, aguento a pancadaria e derrotou Anthony Pettis. O embate contou com golpes plásticos, reviravoltas e provocações, e, ao final dos 15 minutos, o maior volume de golpes de Nate fez a diferença para os jurados e lhe rendeu o triunfo sobre o então 9º colocado no ranking dos meio médios.

Nos outros dois combates do card principal em Anaheim, o norte-americano Sodiq Yusuff derrotou o mexicano Gabriel Benítez por nocaute técnico aos 4min14s do primeiro assalto, e, num confronto entre lutadores dos Estados Unidos, Derek Brunson freou a ascensão de Ian Heinisch ao vencê-lo por decisão unânime (triplo 29-28).



Relacionados

Luta | 31-08-2019 11:00

Jéssica Andrade é nocauteada em 42s e perde cinturão para chinesa Weili Zhang

Jéssica Andrade é nocauteada em 42s e perde cinturão para chinesa Weili Zhang

Luta | 31-08-2019 10:25

Brasil falha em 4 disputas e fica sem medalhas entre os pesados no Mundial

Brasil falha em 4 disputas e fica sem medalhas entre os pesados no Mundial

Luta | 29-08-2019 09:00

Em novo dia ruim do Brasil, Portela e Rafael Macedo caem cedo no Mundial de Judô

Em novo dia ruim do Brasil, Portela e Rafael Macedo caem cedo no Mundial de Judô

Luta | 27-08-2019 08:55

Rafaela Silva é bronze e Brasil conquista a primeira medalha no Mundial de Judô

Rafaela Silva é bronze e Brasil conquista a primeira medalha no Mundial de Judô