Djokovic arrasa francês na estreia em Xangai e mira vice-liderança do ranking

Estadão Conteúdo
Tênis | Publicado em 09/10/2018 às 09:10

Em seu retorno às competições oficiais após o título do US Open, Novak Djokovic não teve dificuldade para vencer em sua estreia no Masters 1000 de Xangai, nesta terça-feira. Na quadra dura do torneio chinês, o número três do mundo arrasou o freguês Jeremy Chardy pelo placar de 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 7/5, em 1h23min de duelo.

O sérvio, que nunca havia perdido um set sequer contra o rival francês, dominou as ações desde o início e fechou a partida sem ter o saque ameaçado em nenhum momento das duas parciais. Bem adaptado ao rápido piso de Xangai, Djokovic encaixou o saque com tranquilidade, vencendo 85% dos pontos quando jogou com o primeiro serviço.

Ao mesmo tempo, o 41º do ranking tinha dificuldades para manter o seus games de saque. Sob a pressão do favorito, Chardy acabou sofrendo três quebras na partida. Foi o suficiente para Djokovic sacramentar sua 12ª vitória em 12 jogos contra o francês, seu parceiro de time na Laver Cup, disputada no mês passado, em Chicago - a competição divide os tenistas em duas equipes: Time Mundo e Time Europa.

A competição foi a única disputada por Djokovic após o triunfo no US Open, onde conquistou seu segundo troféu de Grand Slam na temporada. O sérvio vive grande fase no circuito. Foi campeão de três dos últimos quatro torneios que disputou. Assim, subiu para o terceiro lugar do ranking e, em Xangai, ameaça a vice-liderança do suíço Roger Federer.

Para tanto, Djokovic precisa torcer para o rival não defender o título conquistado no ano passado. Assim, ele se aproximaria do espanhol Rafael Nadal, atual número 1 do mundo. Em Xangai, o sérvio também busca o seu quarto título diante dos chineses. No caminho até a final, o segundo cabeça de chave terá pela frente na segunda rodada o vencedor do duelo entre o italiano Marco Cecchinato e o sul-coreano Hyeon Chung.

O tenista asiático estreou com vitória nesta terça-feira ao superar o polonês Hubert Hurkacz por 2 a 1, com parciais de 6/4, 2/6 e 6/1. Curiosamente, os dois possíveis rivais de Djokovic eliminaram o sérvio nos dois torneios de Grand Slam que ele não venceu neste ano. Chung foi o algoz no Aberto da Austrália e Cecchinato despachou Djokovic em Roland Garros.

Também nesta terça, o francês Richard Gasquet venceu na estreia ao bater o argentino Leonardo Mayer por 1/6, 6/2 e 6/1. Na segunda rodada, Gasquet vai enfrentar outro tenista da Argentina. Juan Martín del Potro, contudo, indicou que pode desistir da competição por causa de uma gripe que atrapalhou seu rendimento em Pequim, na semana passada.

Outros dois tenistas a avançar nesta terça foram o francês Benoit Paire e o australiano Alex De Minaur, que vão se enfrentar na segunda rodada. O primeiro superou o espanhol Pablo Carreño Busta por 6/3 e 6/4, enquanto o tenista da Austrália derrotou o canadense Vasek Pospisil por 6/4 e 7/6 (7/4).



Relacionados

Tênis | 05-10-2018 10:50

Com 'pneu', Del Potro arrasa sérvio e encara Fognini na semifinal

Com 'pneu', Del Potro arrasa sérvio e encara Fognini na semifinal

Tênis | 04-10-2018 13:45

Melo salva 3 match points e vai à semifinal em Pequim; Zverev é eliminado

Melo salva 3 match points e vai à semifinal em Pequim; Zverev é eliminado

Tênis | 04-10-2018 12:05

Bruno Soares cai nas quartas de final do Torneio de Tóquio

Bruno Soares cai nas quartas de final do Torneio de Tóquio

Tênis | 04-10-2018 10:35

Wozniacki avança às quartas em Pequim e garante vaga no WTA Finals

Wozniacki avança às quartas em Pequim e garante vaga no WTA Finals