Tênis

Tênis

Djokovic bate russo e vai à final em Eastbourne; Sá avança à decisão nas duplas


Djokovic bate russo e vai à final em Eastbourne

Depois de novos atrasos na programação do Torneio de Eastbourne por causa da chuva que voltou a marcar presença nesta sexta-feira após ter atrapalhado outros dias de disputa da competição, Novak Djokovic se garantiu na final do ATP 250 inglês ao vencer o russo Daniil Medvedev por 2 sets a 0, com duplo 6/4, em 1h22min de duelo.

Cabeça de chave número 1 do evento realizado em quadras de grama que serve de preparação para Wimbledon, Grand Slam que começa na próxima segunda-feira, o tenista sérvio assim se credenciou para enfrentar na decisão deste sábado o ganhador da partida entre os franceses Gael Monfils e Richard Gasquet, que medirão forças em semifinal prevista para acontecer ainda nesta sexta na Inglaterra.

Três vezes campeão de Wimbledon, com os títulos de 2011, 2014 e 2015, Djokovic está usando o Torneio de Eastbourne para ganhar embalo e também confiança em meio a uma temporada na qual conquistou apenas um título e vem amargando resultados decepcionantes para as suas expectativas.

Listado como segundo cabeça de chave do Grand Slam que será realizado na capital inglesa, onde nesta sexta um sorteio determinou que seu rival de estreia será o eslovaco Martin Klizan, o atual quarto colocado do ranking mundial obteve a sua segunda vitória em dois jogos contra Medvedev, que aos 21 anos de idade ocupa a 52ª posição da ATP.

Anteriormente, os dois se enfrentaram neste ano durante confronto entre Sérvia e Rússia, em solo sérvio, pela Copa Davis. Naquela ocasião, o favorito chegou a ser derrotado no primeiro set, mas depois reagiu pra ganhar as duas parciais seguintes e contar com a desistência do jovem rival por lesão no quarto set.

Para voltar a derrotar Medvedev, Djokovic aproveitou três de seis chances de quebrar o saque do russo, que converteu apenas um de quatro break points cedidos pelo sérvio. Atuando em um piso no qual um bom saque faz muita diferença, o ex-número 1 do mundo ganhou 86% dos pontos que disputou quando encaixou o seu primeiro serviço.

Neste sábado, Djokovic buscará o 68º título de simples de sua carreira e assim encerrar um incômodo jejum que dura desde a primeira semana de janeiro, quando abriu a sua temporada conquistando o Torneio de Doha, onde superou Andy Murray na decisão.

SÁ NA FINAL DE DUPLAS - Depois de ter superado uma rodada dupla de confrontos na última quinta-feira, quando jogou por duas vezes por causa dos atrasos provocados pela chuva, André Sá assegurou classificação nesta sexta à final da chave de duplas do Torneio de Eastbourne. Atuando ao lado do indiano Rohan Bopanna, o veterano tenista brasileiro de 40 anos se garantiu na luta pelo título do ATP 250 inglês ao derrotar o holandês Robin Haase e o local Dominic Inglot por 2 sets a 1, com parciais de 7/6 (7/4), 3/6 e 11/9, em 1h14min.

Assim, André Sá e Bopanna se credenciaram para enfrentar na decisão, agendada para acontecer ainda nesta sexta, os irmãos norte-americanos Mike e Bob Bryan, que horas mais cedo confirmaram a condição de principais cabeças de chave da competição com relativa tranquilidade ao derrotarem o alemão Andre Begemann e o argentino Andres Molteni em sets diretos, com 7/6 (7/1) e 6/4, na outra semifinal.

Sá iniciou esta temporada de grama atuando ao lado do neozelandês Marcus Daniell, com o qual avançou às semifinais do Torneio de Hertogenbosch e depois caiu na primeira rodada do ATP 500 de Queen's, na semana passada. Agora ao lado de Bopanna, embalou antes de disputar a partir da próxima semana o Grand Slam de Wimbledon.

NA TURQUIA - Outra competição de preparação para o tradicional evento inglês, o Torneio de Antalya, na Turquia, definiu os seus finalistas nesta sexta-feira. Um deles será o francês Adrian Mannarino, que se garantiu na luta pelo título do ATP 250 local ao superar o italiano Andreas Seppi por duplo 6/4.

O adversário de Mannarino na decisão marcada para este sábado será o japonês Yuichi Sugita, que contou com a desistência por lesão do veterano cipriota Marcos Baghdatis quando vencia o terceiro set desta semifinal por 4/1. Antes disso, o tenista oriental ganhou a primeira parcial por 6/3 e perdeu a segunda por 7/6, com 9/7 no tie-break.


Selecione sua cidade

Cascavel | Londrina