Tênis

Tênis

Federer leva susto no início, mas vence sérvio e vai à 3ª rodada de Wimbledon


Federer leva susto no início, mas vence sérvio e vai à 3ª rodada
Foto: Divulgação

Depois de uma estreia tranquila, em que não jogou nem dois sets, Roger Federer sofreu mais do que esperava para vencer pela segunda rodada de Wimbledon. Principal favorito ao título, o suíço levou um susto no início da partida contra o sérvio Dusan Lajovic e precisou reagir rapidamente para vencer em sets diretos, com parciais de 7/6 (7/0), 6/3 e 6/2, em 1h30min.

O tenista número cinco do mundo começou o jogo perdendo o saque, algo incomum quando joga na grama, e sofreu outras ameaças ao longo do set inicial. Ele só passou a dominar o jogo no tie-break, quando venceu sem ceder pontos. Depois disso, deslanchou e obteve triunfos tranquilos nos dois sets seguintes.

O próximo adversário do suíço será o alemão Mischa Zverev, que precisou de cinco sets para superar o casaque Mikhail Kukushkin - 6/1, 6/2, 2/6, 3/6 e 6/4. Zverev e Federer se enfrentaram quatro vezes no circuito profissional e o suíço nunca perdeu para o rival. Somente neste ano foram dois confrontos, um deles na grama de Halle, há duas semanas. Federer nunca cedeu sequer um set ao rival, que bateu por um duplo 6/2 também em Halle, em 2013.

O dono de 7 títulos em Wimbledon começou sua trajetória na terça, diante de um abandono do ucraniano Alexandr Dolgopolov no início do segundo set. Nesta quinta, precisou suar mais para vencer. Lajovic começou a partida quebrando Federer e abrindo 2/0. O suíço reagiu rapidamente e devolveu a quebra. Mas o sérvio seguiu mantendo o duelo equilibrado. Até que, no tie-break, o favorito dominou com facilidade.

Daí em diante, o suíço passeou na grama da quadra central. O sérvio não teve sequer uma chance de quebra nos dois sets seguintes. No segundo, Federer obteve a quebra, e a vantagem, no quarto game. No terceiro, foi ainda mais rápido, quebrando no terceiro game. Depois, faturou nova quebra no quinto.

O favorito terminou a partida com 31 bolas vencedoras, contra 16 do sérvio, 79º do ranking. Cometeu 15 erros não forçados, diante de 14 do rival.

RAONIC E THIEM VENCEM EM 4 SETS - Dois dos principais cabeças de chave em Wimbledon, o canadense Milos Raonic e o austríaco Dominic Thiem precisaram de quatro sets para alcançar a terceira rodada em Londres. Atual vice-campeão, Raonic contou com 27 aces para vencer de virada o russo Mikhail Youzhny por 3 sets a 1, com parciais de 3/6, 7/6 (9/7), 6/4 e 7/5.

Na próxima rodada, o sexto cabeça de chave vai enfrentar o vencedor do duelo entre o russo Andrey Rublev e o espanhol Albert Ramos-Viñolas. Nas oitavas, Raonic poderá cruzar com o alemão Alexander Zverev. O décimo cabeça de chave avançou à terceira rodada ao superar o francês Frances Tiafoe por 6/3, 6/4 e 6/3. Para fazer um eventual confronto com Raonic, Zverev terá que superar na sequência o vencedor do duelo entre o norte-americano Jack Sock e o austríaco Sebastian Ofner.

Dominic Thiem, por sua vez, despachou o francês Gilles Simon em quatro sets: 5/7, 6/4, 6/2 e 6/4. Ele disparou 45 bolas vencedoras para fechar o duelo que durou quase três horas. Na terceira rodada, o austríaco vai duelar com o vitorioso do confronto entre o norte-americano Jared Donaldson e o italiano Paolo Lorenzi.

Já Tomas Berdych, 11º cabeça de chave, bateu o americano Ryan Harrison por 6/4, 6/3, 6/7(8/10) e 6/3. O tenista da República Checa vai enfrentar na sequência o espanhol David Ferrer. Os dois vivem situação semelhante no circuito. Mais experiente, já ocuparam o Top 10, mas estão em queda nos últimos anos.


Selecione sua cidade

Cascavel | Londrina