Tênis

Tênis

Konta avança em Wimbledon e Halep perde chance de ser nº 1; Pliskova sobe ao topo


Konta avança em Wimbledon e Halep perde chance de ser nº 1
Foto: divulgação

Em um jogo que valia muito mais do que a vaga na semifinal de Wimbledon, a local Johanna Konta superou a romena Simona Halep e obteve um feito histórico nesta terça-feira. Ao superar a favorita, atual número dois do mundo, por 2 sets a 1, com parciais de 6/7 (2/7), 7/6 (7/5) e 6/4, Konta se tornou a primeira tenista em quase 40 anos a alcançar a semifinal.

A última representante britânica nesta fase foi Virginia Wade, presente nas tribunas no jogo desta terça, em 1978. Atual número 7 do mundo, Konta vai enfrentar na semifinal a veterana norte-americana Venus Williams, que eliminou mais cedo a letã Jelena Ostapenko, campeã de Roland Garros, no mês passado.

Para Halep, algoz brasileira Beatriz Haddad Maia na segunda rodada, a eliminação nas quartas de final tem gosto ainda mais amargo por ser a segunda oportunidade desperdiçada por ela na briga para alcançar o topo do ranking. A primeira aconteceu na final de Roland Garros, quando caiu diante de Ostapenko. Nesta terça, ela precisava da vitória para assumir a posição de número 1 do mundo pela primeira vez na carreira.

Com a derrota, a liderança do ranking vai cair no colo da checa Karolina Pliskova, atual número 3 do mundo. Tenista mais regular da temporada - lidera o ranking do ano -, ela foi eliminada logo na segunda rodada. Mas, em razão dos pontos perdidos pelas rivais, aparecerá na primeira colocação do ranking na próxima segunda-feira.

Com o teto fechado, em razão da chuva que atrapalhou a programação desta terça, Halep e Konta entraram em quadra com o favoritismo da romena, mas a torcida totalmente a favor da tenista da casa.

E Halep fez valer a experiência no set inicial. Cada tenista obteve uma quebra de saque na parcial. No tie-break, a romena dominou e abriu vantagem no placar. No segundo, apesar dos seguidos erros não forçados de Konta - foram 20 só neste set e 36 no total - ela se impôs em novo tie-break e empatou o duelo.

No set decisivo, Konta fez a diferença em quadra ao manter a tática mais agressiva. E pressionou Halep, que mal deixava a posição defensiva. A britânica terminou a partida com 48 bolas vencedoras, contra 26 de Halep, que cometeu apenas nove erros não forçados. Com apenas uma quebra de saque no set, a tenista da casa fechou o jogo após 2h38min de duelo.


Selecione sua cidade

Cascavel | Londrina