Tênis

Tênis

Martina Hingis vai se aposentar pela 3ª vez na carreira após o Masters da WTA


Martina Hingis vai se aposentar pela 3ª vez na carreira após o Masters
Foto: divulgação

A suíça Martina Hingis anunciou nesta quinta-feira que irá se aposentar do tênis profissional logo após a sua participação no WTA Finals, torneio que reúne as melhores tenistas da temporada e está sendo disputado em Cingapura. Essa é a terceira vez na carreira que a tenista anuncia um adeus às quadras.

Ex-número 1 do ranking de simples e hoje líder do ranking de duplistas, a veterana jogadora de 37 anos de idade confirmou a informação em sua conta no Twitter e no Facebook depois de vencer a partida que realizou ao lado da taiwanesa Yung-Jan Chan nesta quinta. As duas derrotaram a alemã Anna-Lena Groenefeld e checa Kveta Peschke por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/2.

"No começo do ano, eu conversei com a Chan e disse que havia a possibilidade de 2017 ser minha última temporada no tênis. Provavelmente as pessoas devem achar que eu poderia ter outro ano como este, mas eu penso que é a hora ideal porque irei parar no topo. Eu não poderia pedir um fim melhor", disse.

Com 43 títulos individuais e 64 de duplas, Hingis foi uma das seis jogadoras da história a conseguir se manter no primeiro lugar do ranking como jogadora de simples e como duplista. Em 2017, a suíça conquistou, com Chan, o seu nono título do US Open, Grand Slam realizado em Nova York onde também triunfou nas duplas mistas atuando ao lado do britânico Jamie Murray. Para completar, ela faturou também neste ano os troféus de Wimbledon ao lado da taiwanesa e acumulou as taças de campeã em Maiorca, Indian Wells, Madri, Roma, Eastbourne, Cincinnati, Wuhan e Pequim nesta temporada.

A primeira vez que Hingis aposentou foi em 2003, então por causa de uma série de lesões. Ela retornou para as quadras três anos depois, mas, em 2007, durante o Grand Slam de Wimbledon, um exame antidoping testou positivo para uso de cocaína. Mesmo aposentada, a atleta foi punida com dois anos de suspensão.

"Nas outras vezes em que eu me aposentei, eu sempre fiquei pensando se teria capacidade de fazer alguma coisa a mais, tanto nas duplas como em simples. Mas agora eu penso que é definitivo. Antes eu pensava que poderia retornar", afirmou.

Em 2013, a ex-número 1 do mundo voltou apenas para competir nas duplas. Desde então, ela conquistou muitos títulos, entre os quais dez de Grand Slam. "Eu olho para frente, para os planos do futuro, mas o tênis sempre será uma parte da minha vida. Definitivamente, a trajetória será algo que jamais esquecerei", completou a tenista.


Selecione sua cidade

Cascavel | Londrina