Tênis

Tênis

Murray abre defesa de título com vitória fácil; Monteiro vence e Rogerinho cai


Murray abre defesa de título com vitória fácil; Monteiro vence
Foto: Divulgação

Atual campeão de Wimbledon e em busca de seu terceiro título do Grand Slam realizado em Londres, onde também ergueu a taça em 2013, Andy Murray estreou com vitória fácil nesta edição do mais importante torneio de tênis realizado em quadras de grama ao bater o casaque Alexander Bublik por 3 sets a 0, com parciais de 6/1, 6/4 e 6/2, nesta segunda-feira, após 1h43min de confronto.

Atual líder do ranking mundial, o britânico mostrou que está superado de dores no quadril que colaboraram para a sua surpreendente eliminação no ATP 500 de Queen's, na semana retrasada, assim como o tiraram de duas partidas de exibição que ele faria na semana passada.

Sem ter o seu saque quebrado por nenhuma vez pelo jovem de 20 anos de idade que ocupa a 135ª posição da ATP, Murray converteu cinco de 12 break points para encaminhar o seu triunfo em sets diretos em uma partida que chegou a ser interrompida pela chuva na terceira parcial quando ele a liderava por 2/0.

Assim, Murray se credenciou para encarar na segunda rodada o alemão Dustin Brown, que em outra partida já encerrada nesta segunda-feira estreou com vitória sobre o português João Sousa por 3 sets a 1, de virada, com 3/6, 7/6 (7/5), 6/4 e 6/4.

Apesar da vitória tranquila, Murray chegou a salvar seis break points cedidos a Bublik, que mostrou força com o serviço na mão ao fazer 15 aces, contra apenas três do escocês, assim como acumulou 33 winners, quatro a mais do que as 29 bolas vencedoras do favorito. O casaque, porém, cometeu 35 erros não forçados, contra apenas dez do ídolo da casa.

Próximo rival de Murray, Dustin Brown é apenas o 97º colocado da ATP, mas é considerado um adversário perigoso na grama e em 2015 foi responsável pela surpreendente eliminação do espanhol Rafael Nadal na segunda rodada em Londres.

MONTEIRO VENCE - Poucas horas depois de a sua namorada Bia Haddad Maia fazer história pelo Brasil em Wimbledon ao colocar pela primeira vez desde 1989 uma tenista do País na segunda rodada da chave feminina de simples, Thiago Monteiro também festejou um triunfo inédito para a sua carreira ao abrir campanha no torneio masculino do Grand Slam inglês derrotando o australiano Andrew Whittington por 3 sets a 1, de virada, com parciais 4/6, 6/3, 7/6 (7/4) e 7/6 (7/5), nesta segunda-feira.

Pela primeira vez atuando na chave principal de Wimbledon, assim como acontece com Bia Haddad, o tenista cearense assim se credenciou para encarar na segunda rodada o russo Karen Khachanov, promessa de 21 anos e atual 34º colocado do ranking mundial, que em outro duelo já encerrado nesta segunda sofreu para bater o seu compatriota Andrey Kuznetsov por 3 sets a 2, com 7/6 (7/4), 2/6, 6/3, 1/6 e 6/2, mas confirmou a sua condição de 30º cabeça de chave em Londres.

Hoje na 100ª posição do ranking mundial, Monteiro precisou de 3h06min para eliminar Whittington, apenas o atual 210º da ATP, mas que soube justificar a boa fama que os tenistas australianos têm em quadras de grama ao ganhar o primeiro set e só perder os dois últimos no tie-break.

E Monteiro nunca havia vencido um jogo na grama em qualquer competição que disputou em sua carreira no circuito da ATP, sendo que se viu novamente em apuros neste tipo de quadra ao ser superado no primeiro set, durante o qual chegou a pedir atendimento por causa de dores lombares.

Porém, o brasileiro soube reagir em uma partida em que aproveitou apenas duas de nove chances de quebrar o saque do australiano, que converteu dois de oito break points e acumulou 15 aces, contra oito do cearense.

Desta forma, Rogerinho acabou triunfando principalmente por causa do seu melhor desempenho em dois tie-breaks, sendo que o segundo deles chegou a ser interrompido pela chuva, que paralisou o confronto por 50 minutos.

ROGERINHO CAI - Pela terceira vez disputando a chave principal de Wimbledon, Rogério Dutra Silva não teve sucesso em sua tentativa de conquistar uma vitória inédita para ele em uma primeira rodada do torneio de simples masculino do Grand Slam londrino. O brasileiro deu bastante trabalho ao francês Benoit Paire, mas caiu nesta segunda por 3 sets a 1, com 6/4, 3/6, 7/6 (12/10) e 6/4, e foi eliminado nesta segunda.

Rogerinho, de 33 anos, anteriormente havia caído na estreia em Wimbledon em 2013 e no ano passado na capital inglesa, onde só acumulou vitórias nos qualifyings do importante torneio em 2007, 2011 e 2014, quando não teve sucesso para entrar na chave principal em nenhuma destas ocasiões.

Atual número 2 do Brasil e 69º colocado do ranking mundial, Dutra Silva havia vencido o único duelo anterior que travou com Paire, hoje o 46º da ATP, em partida válida pelo Challenger de Milão de 2015, mas agora não conseguiu desbancar o favoritismo do adversário.

O brasileiro só sucumbiu depois de 2h18min de partida, na qual chegou a aproveitar cinco de 12 chances de quebrar o saque do francês, que compensou o fato ai converter seis de nove break points e ao vencer de forma apertada o decisivo tie-break do terceiro set, então com o jogo empatado após cada tenista ganhar uma parcial.

Mais habituado ao piso de grama, Paire emplacou 15 aces, contra apenas dois do brasileiro, que agora focará a sua participação na chave masculina de duplas de Wimbledon, na qual atuará ao lado do seu compatriota Thomaz Bellucci.

Com o triunfo sobre Rogerinho, Paire avançou para travar um confronto 100% francês com Pierre-Hugues Herbert na segunda rodada. O seu compatriota se garantiu na próxima fase ao contar com a desistência do australiano Nick Kyrgios, por motivo de lesão, após o 20º cabeça de chave ter sido derrotado por 6/3 e 6/4 nos dois primeiros sets.

O talentoso Kyrgios era tido como um dos mais perigosos rivais dos principais favoritos ao título desta edição de Wimbledon, mas no final do mês passado já havia abandonado o Torneio de Queen's, em Londres, também por causa de lesão.

OUTROS JOGOS - Em outras partidas já encerradas antes ou após a paralisação causada pela chuva nesta segunda-feira na chave masculina, o japonês Kei Nishikori e o francês Jo-Wilfried Tsonga confirmaram as condições de respectivos 9º e 12º pré-classificados na estreia. O primeiro deles atropelou o italiano Marco Cecchinato com parciais de 6/2, 6/2 e 6/0, enquanto o segundo também arrasou o britânico Cameron Norrie por 6/3, 6/2 e 6/2.

O próximo adversário de Tsonga em Londres já está definido. Será o italiano Simone Boleli, que em outro confronto do dia passou pelo taiwanês Yen-Hsun Lu por 3 sets a 1, com 6/3, 1/6, 6/3 e 6/4.

Outro que estreou confirmando favoritismo de forma arrasadora em outro duelo já acabado nesta segunda foi o espanhol Roberto Bautista Agut, 18º pré-classuficado, que eliminou o austríaco Andreas Haider-Maurer com parciais de 6/3, 6/1 e 6/2.

O norte-americano Sam Querrey também justificou o status de 24º cabeça de chave na estreia ao bater o também italiano Thomas Fabbiano por 7/6 (7/5), 7/5 e 6/2.

O polonês Jerzy Janowicz, o georgiano Nikoloz Basilashvili e o norte-americano Donald Young foram outros jogadores que estrearam com vitórias em partidas já encerradas em Londres neste primeiro dia de duelos da chave principal.


Selecione sua cidade

Cascavel | Londrina