Nadal desperdiça 5 match points, mas bate revelação canadense na estreia em Madri

Estadão Conteúdo
Tênis | Publicado em 08/05/2019 às 13:25

Depois de chegar a desperdiçar cinco match points, o espanhol Rafael Nadal garantiu a sua estreia com vitória no Masters 1000 de Madri, nesta quarta-feira, ao bater a revelação canadense Felix Auger-Aliassime por 2 sets a 0, com duplo 6/3.

Segundo cabeça de chave do importante torneio realizado em quadras de saibro na capital espanhola, o atual vice-líder do ranking mundial almeja conquistar o seu sexto título em Madri e o primeiro nesta temporada. Eliminado nas semifinais do Masters de Montecarlo e do Torneio de Barcelona neste período de saibro do calendário do tênis, ele chegou pela primeira vez, em 15 anos, ao mês de maio sem ter erguido nenhum troféu em uma temporada.

Na luta para encerrar esse jejum de taças em 2019, o ídolo espanhol abriu campanha direto na segunda rodada em Madri e avançou para encarar nas oitavas de final o norte-americano Frances Tifoe, que em outro duelo desta quarta derrotou o alemão Philipp Kohlschreiber por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 3/6 e 6/3.

Nesta sua estreia, Nadal encarou pela primeira vez Felix Auger-Aliassime, que com apenas 18 anos de idade já figura na 30ª posição no ranking da ATP. E o talentoso canadense só caiu depois de 1h37min de partida com o favorito espanhol de 32 anos.

No primeiro set no duelo, o número 2 do mundo confirmou todos os seus saques e aproveitou a única chance de quebra de serviço cedida pelo jovem rival para abrir vantagem e depois fechar a parcial em 6/3. No segundo set, Nadal converteu três de nove break points, mas teve o seu saque quebrado por uma vez e precisou de seis match points para liquidar o canadense.

RIVAIS DE DJOKOVIC E FEDERER - Em outro duelo realizado nesta quarta-feira em Madri, o francês Jeremy Chardy arrasou o argentino Diego Schwartzman com parciais de 6/1 e 6/2 e se credenciou para ser o próximo rival de Novak Djokovic, líder do ranking mundial, nas oitavas de final. O sérvio se garantiu nesta fase ao estrear com vitória sobre o norte-americano Taylor Fritz, por 6/4 e 6/2, na última terça.

O adversário seguinte de Roger Federer em Madri também foi definido nesta quarta. Trata-se do francês Gael Monfils, 15º pré-classificado, que superou o húngaro Marton Fucsovics por 2 sets a 1, de virada, com parciais de 1/6, 6/4 e 6/2. Atual número 3 do ranking, o suíço estreou com vitória sobre o francês Richard Gasquet, por 6/2 e 6/3, na última terça-feira, quando voltou a jogar no saibro após três anos.

Já o japonês Kei Nishikori confirmou a sua condição de sexto cabeça de chave em sua estreia ao bater o boliviano Hugo Dellien por duplo 7/5 e também avançar às oitavas. E ele vai fazer neste próximo estágio da competição um interessante duelo com o suíço Stan Wawrinka, campeão de Roland Garros de 2015, que em outra partida desta quarta eliminou o argentino Guido Pella com parciais de 6/3 e 6/4.

O argentino Juan Martín del Potro, que também abriu campanha direto na segunda rodada por ser o sétimo cabeça de chave na capital espanhola, acabou decepcionando ao ser derrotado pelo sérvio Laslo Djere, 32º colocado da ATP, por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 3/6 e 6/3.

Prejudicado por uma fratura no joelho direito, que o deixou afastado das quadras por quatro meses, Del Potro disputa em Madri apenas o seu segundo torneio nesta temporada. Em fevereiro, o atual oitavo colocado do ranking mundial participou do ATP 250 de Delray Beach, nos Estados Unidos, onde foi eliminado nas quartas de final do evento em quadra dura. Com o resultado desta quarta, ele acumula duas vitórias e duas derrotas em quatro partidas no ano.

Campeão do último Masters 1000 de Montecarlo, onde eliminou Nadal nas semifinais, o italiano Fabio Fognini também se garantiu nas oitavas de final nesta quarta-feira. Ele avançou ao bater o australiano John Millman por duplo 6/2. O seu próximo rival será o austríaco Dominic Thiem, quinto cabeça de chave, que na estreia eliminou o norte-americano Reilly Opelka na terça-feira. Ele contou com a desistência do rival quando vencia o terceiro set por 1 a 0, após ter perdido o primeiro por 7/6 (7/2) e ganhado o segundo por 6/3.



Relacionados

Tênis | 14-07-2019 15:45

Djokovic bate Federer, leva penta de Wimbledon e iguala feito de Borg

Djokovic bate Federer, leva penta de Wimbledon e iguala feito de Borg

Tênis | 14-07-2019 06:48

Federer e Djokovic colocam os seus recordes à prova em decisão

Federer e Djokovic colocam os seus recordes à prova em decisão

Tênis | 13-07-2019 12:15

Com atuação quase perfeita, Halep bate Serena e é a 1ª romena campeã em Wimbledon

Com atuação quase perfeita, Halep bate Serena e é a 1ª romena campeã em Wimbledon

Tênis | 12-07-2019 07:05

Federer pega Nadal em 40º capítulo da maior rivalidade do tênis

Federer pega Nadal em 40º capítulo da maior rivalidade do tênis