Nadal perde de grego, amarga 3ª queda seguida em semifinal e dá adeus em Madri

Estadão Conteúdo
Tênis | Publicado em 11/05/2019 às 20:35

O jejum de títulos de Rafael Nadal vai continuar por mais algum tempo. Ainda sem ter erguido uma taça nesta temporada, o tenista espanhol amargou neste sábado a sua terceira eliminação consecutiva em uma semifinal de competição ao ser derrotado pelo grego Stefanos Tsitsipas por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 2/6 e 6/3, e dar adeus ao Masters 1000 de Madri.

Superado anteriormente pelo italiano Fabio Fognini e pelo austríaco Dominic Thiem nas partidas que valeram vaga nas decisões do Masters de Montecarlo e do Torneio de Barcelona, respectivamente, o atual vice-líder do ranking mundial caiu diante do nono colocado da ATP depois de 2h34min de batalha no saibro na capital espanhola.

Pela 70ª vez na carreira atuando em uma semifinal de um torneio Masters 1000, Nadal vinha embalado por uma vitória arrasadora sobre o suíço Stan Wawrinka, mas não conseguiu repetir o mesmo nível de atuação neste sábado. "Não foi um bom jogo da minha parte. Lutei, mas fiz coisas que não foram boas a nível mental", lamentou o espanhol.

E este foi um duelo marcado pela instabilidade dos dois tenistas, pois Nadal aproveitou cinco de 16 chances de quebrar o saque do grego, mas viu o seu adversário converter seis de 14 break points, sendo três no primeiro set e outros três no terceiro para desbancar o favoritismo do ídolo da casa.

Nadal havia vencido os três duelos anteriores que fez com Tsitsipas, sendo o último deles na semifinal do Aberto da Austrália deste ano, em quadra dura, mas desta vez não soube impor o habitual domínio que costuma exibir contra a grande maioria dos oponentes que ele encara em piso de saibro. "Não foi a minha melhor noite, o meu rival foi melhor", reconheceu o número 2 do mundo.

"Eu tinha claro o que tinha de fazer (para vencer), mas não fui capaz. O tênis se trata de perder e ganhar. Ganhei muito durante muitos anos, e este ano não está sendo assim, ainda que esteja chegando perto (das finais). Aceitar as coisas não quer dizer não tentar mudar. Eu aceito as vitórias com normalidade e naturalidade e com a derrota vou fazer o mesmo", ressaltou Nadal, que pela primeira vez, em 15 anos, chegou ao mês de maio sem ter erguido nenhum troféu em uma temporada.

Com o triunfo expressivo sobre Nadal, Tsitsipas avançou para encarar na final do Masters de Madri o sérvio Novak Djokovic, neste domingo, em jogo marcado para começar às 13h30 (de Brasília). O líder do ranking mundial se garantiu muitas horas mais cedo na decisão ao superar Dominic Thiem por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/2) e 7/6 (7/4), na outra semifinal deste sábado.



Relacionados

Tênis | 16-05-2019 16:10

Federer sofre, mas bate Coric e sobrevive à rodada dupla em Roma; Nadal avança

Federer sofre, mas bate Coric e sobrevive à rodada dupla em Roma; Nadal avança

Tênis | 16-05-2019 11:05

Líderes do ranking, Djokovic e Osaka estreiam com vitória em Roma

Líderes do ranking, Djokovic e Osaka estreiam com vitória em Roma

Tênis | 15-05-2019 17:40

Com lesão no ombro direito, Maria Sharapova anuncia que não jogará Roland Garros

Com lesão no ombro direito, Maria Sharapova anuncia que não jogará Roland Garros

Tênis | 15-05-2019 16:45

Chuva faz Roma cancelar programação e adiar estreias de Nadal, Federer e Djokovic

Chuva faz Roma cancelar programação e adiar estreias de Nadal, Federer e Djokovic