IPEM fiscaliza material escolar e encontra irregularidades em produtos

Redação Tarobá News
Cidade | Publicado em 24/01/2020 às 09:50

Em Londrina, o IPEM, Instituto de Pesos e Medidas do Paraná foi às ruas para fiscalização do material escolar. Segundo o gerente da Regional de Londrina, Marcelo Trautwein, ao menos 15 locais foram visitados para a verificação de produtos certificados. “Vamos avaliar se todos os 25 itens tem o selo Inmetro. Os que não tiverem serão recolhidos”, aponta. Nesse pontos já foram recolhidos 32 produtos para perícia e ao todo, 352 unidades tirados de circulação por alguma irregularidade encontrada. Além disso, outros 107   foram fiscalizados com 1.391 unidades. No total, 6 com indícios de erros contra o consumidor, pois faltavam informações de importação. Eles eram procedentes da Chuna.  A multa para o estabelecimento pode variar de R$ 100 reais a R$ 1,5 mi. 

O gerente regional também faz o alerta aos pais e responsáveis para a compra do material escolar. “É fundamental observar se os produtos possuem o Selo de Identificação da Conformidade, que atesta que eles atendem requisitos de segurança. É isso que mostra que eles passou por testes”, afirma.

Os 25 itens foram escolhidos e passam por avaliação pois podem conter substâncias tóxicas e conter materiais que possam ser levados à boca ou com o risco de serem ingeridas ou inaladas, com bordas cortantes, ou a presença de pontas perigosas. Entre os produtos verificados estão: cadernos, cola branca, giz, massas para modelar, corretivos líquidos, tintas guache e papel A-4. Além disso, outro objetivo é também verificar se o consumidor levando exatamente aquilo que está pagando.

Confira o que observar na compra do material escolar:
- O Selo de Identificação da Conformidade deve ser afixado na embalagem ou diretamente no produto.
- No caso de material vendido a granel, como lápis, borrachas, apontadores ou canetas, a embalagem expositora com o selo do Inmetro deve estar próxima ao produto
- Não compre artigos escolares em comércio informal, pois não há garantia de procedência. Tais produtos podem não atender às condições mínimas de segurança.
- Guarde a nota fiscal. Ela é sua comprovação de origem do produto.
- Caso encontre produtos sem o selo no mercado formal denuncie à Ouvidoria do Ipem-PR: 0800 645 01 02, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h, ou pelo site www.ipem.pr.gov.br, no link “Ouvidoria”.
- Em casos de acidentes de consumo envolvendo um artigo escolar ou qualquer outro produto ou serviço, relate ao Sistema Inmetro de Monitoramento de Acidentes de Consumo – Sinmac (http://www.inmetro.gov.br/sinmac).



Relacionados

Londrina | 26-02-2020 09:00

Prefeitura divulga nesta quarta classificação de teste seletivo para a saúde

Prefeitura divulga nesta quarta classificação de teste seletivo para a saúde

Londrina | 26-02-2020 08:46

Quarta-feira de Cinzas marca início da Quaresma para católicos

Quarta-feira de Cinzas marca início da Quaresma para católicos

Cascavel | 26-02-2020 08:06

Nova tarifa do transporte coletivo deve ultrapassar os R$ 4,00

Nova tarifa do transporte coletivo deve ultrapassar os R$ 4,00

Londrina | 26-02-2020 07:47

Quarta-feira deve começar com chuva em Londrina; veja a previsão

Quarta-feira deve começar com chuva em Londrina; veja a previsão

PUBLICIDADE