Vereador de Porecatu pode ter que devolver dinheiro público

Redação Tarobá News
Cidade | Publicado em 23/08/2019 às 09:42

Após uma recomendação expedida pelo Ministério Público do Paraná, um vereador de Porecatu pode ter que devolver valores recebidos indevidamente. Segundo o MPPR, o agente político, que também é servidor da Prefeitura, recebeu, sem descontos, os vencimentos em dias em que não foi trabalhar por estar em cursos fora da cidade na função de vereador. Ele também teria recebido diárias para a viagem.

A Promotoria de Porecatu propõe ao vereador que faça “o ressarcimento dos valores correspondentes às faltas remuneradas por meio de diárias pagas pela Câmara Municipal, nos anos de 2017, 2018 e 2019, não descontadas em sua folha de pagamento junto ao Executivo Municipal”. O MPPR destaca que o recebimento dos vencimentos nos dias em que não cumpriu expediente nessa situação configura improbidade administrativa e enriquecimento ilícito.

(Informações MPPR)



Relacionados

Cornélio Procópio | 08-07-2020 10:06

Comércio: MP de Cornélio dá parecer favorável para suspensão do decreto estadual

Comércio: MP de Cornélio dá parecer favorável para suspensão do decreto estadual

Londrina | 07-07-2020 09:09

Fiscalização: 36% das chamadas da PM são sobre comércio

Fiscalização: 36% das chamadas da PM são sobre comércio

Londrina | 07-07-2020 07:35

Sincoval entra com nova ação para tentar reabertura do comércio

Sincoval entra com nova ação para tentar reabertura do comércio

Cornélio Procópio | 06-07-2020 12:12

Cornélio Procópio decide abrir comércio contrariando decreto do estado

Cornélio Procópio decide abrir comércio contrariando decreto do estado