Famílias colhem arroz de sequeiro na horta do centro da Juventude, no bairro Interlagos

Redação Tarobá News
Agricultura | Publicado em 05/03/2020 às 17:22

Uma colheita feita com alegria e motivação. Foi neste clima que mulheres  que integram o programa Agricultura Urbana, na horta do Centro da Juventude, no bairro interlagos, fizeram a primeira colheita de arroz de sequeiro. Todas se reuniram hoje (05) para cortar e ‘bater’ os grãos. Esta prática significa a separação dos grãos dos cachos . Após isso, o cereal será levado para o beneficiamento, que é a separação da palha e dos grãos, e a distribuição às famílias que durante quatro meses participaram do plantio, cuidados e colheita.

A colheita feita na horta do Centro da Juventude e em outras áreas onde o arroz foi cultivado vai render cercade 20 kg para cada família. Só na horta do Centro da Juventude são 32 pessoas envolvidas. Para obter este resultado tão positivo, o técnico agrícola Patrik Tristacci esclareceu que a terra foi preparada com adubação orgânica, calagem com calcário para recuperação do solo e muito cuidado por parte das famílias envolvidas.

“Esta variedade de arroz nós conseguimos junto ao Iapar (Instituto Agronômico do Paraná).O arroz deve ser plantado a partir de setembro. Mas neste plantio enfrentamos problemas com o clima e a produção atrasou, mas não afetou nossa produção e qualidade. Este é um arroz de ciclo longo, leva cerca de quatro meses e meio do plantio à colheita e tivemos que plantar mais tarde, mas deu tudo certo. Foram feitas duas linhas de plantio de 2mx80cm, para mostrar para as pessoas que a gente consegue fazer  hoje, uma produção agroecológica sustentável e de qualidade”, comemora o técnico da Copcraf, José Fernando Piaia.

 

Sanga Funda

Na horta Zilda Arns, no Sanga Funda, o Território Cidadão,  junto com o programa Agricultura Urbana, fez a limpeza de uma nova  área no entorno visando a ampliação do espaço para abertura de novos canteiros e ampliação da produção de verduras e legumes. A área será ampliada em mais três mil metros . A horta tem, atualmente, 28 mil metros implantados e a ideia é chegar a 35 mil.  42 famílias trabalham no local e este número deve chegar a 50.

“As hortas do programa Agricultura Urbana estão atendendo seus objetivos. Com todas as áreas que temos, conseguimos melhorar a alimentação das famílias e fazer doações às entidades  e as famílias ainda participam das feiras para formação de renda”, disse PatrikTristacci.

Assessoria 



Relacionados

Centenário do Sul | 05-05-2020 07:47

Comunidades rurais criam hortas para doação de alimentos em pandemia

Comunidades rurais criam hortas para doação de alimentos em pandemia

Curitiba | 27-04-2020 14:56

Descomplica Rural é adaptado para continuidade dos licenciamentos ambientais

Descomplica Rural é adaptado para continuidade dos licenciamentos ambientais

Cascavel | 06-04-2020 15:55

Brugnerotto sugere apoio de agricultores para pulverizar ruas com hipoclorito

Brugnerotto sugere apoio de agricultores para pulverizar ruas com hipoclorito

Cascavel | 03-04-2020 14:20

Reinvenção: na crise, produtores de hortaliças mudam rotina

Reinvenção: na crise, produtores de hortaliças mudam rotina