Governo fará 'o que for possível' para evitar novos massacres, diz Bolsonaro

Estadão Conteúdo
Brasil | Publicado em 14/03/2019 às 20:35

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro voltou a lamentar o massacre na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano (SP), que causou a morte de 10 pessoas na quarta-feira, 13. Durante transmissão ao vivo no Facebook, Bolsonaro disse que o governo e todo o Brasil estão "chocados" com a tragédia. Criticado por ter demorado cerca de seis horas para se manifestar sobre o ocorrido, Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira, 14, que o governo fará "o que for possível" para evitar que o episódio se repita.

"Nossos sentimentos, nossas condolências aos familiares, aos amigos. Todo o Brasil está de luto. É uma barbaridade que a gente não consegue entender como consegue fazer isso, leva ao que isso daí? Mas, nossos sentimentos. O que for possível nós faremos para evitar casos outros", disse o presidente.

Ele lembrou que o ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, viajou a Suzano para acompanhar o velório coletivo de seis das vítimas do massacre.

"Nosso ministro Vélez esteve em Suzano hoje pela manhã conversando com autoridades, familiares, colhendo os sentimentos e levando nossas condolências", afirmou Bolsonaro.



Relacionados

Brasil | 22-03-2019 15:20

Agressor de mulher pode ter a posse de arma suspensa em Pernambuco

Agressor de mulher pode ter a posse de arma suspensa em Pernambuco

Brasil | 22-03-2019 14:14

Remédios devem subir até 4,3%, acima da inflação oficial de 2018

Remédios devem subir até 4,3%, acima da inflação oficial de 2018

Brasil | 22-03-2019 11:50

Evangélica anunciada como nº 2 do MEC é demitida

Evangélica anunciada como nº 2 do MEC é demitida

Brasil | 22-03-2019 11:30

Marcola e membros do PCC estão sendo transferidos a presídio em Brasília

Marcola e membros do PCC estão sendo transferidos a presídio em Brasília

PUBLICIDADE