Justiça proíbe manifestação na avenida Paulista neste domingo

Agência Brasil
Brasil | Publicado em 06/06/2020 às 14:38

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

O juiz Rodrigo Galvão Medina, do plantão civil da capital paulista, concedeu - na noite desta sexta-feira (5) - liminar proibindo a realização de atos de grupos antagônicos na avenida Paulista, previstos para este domingo (7). O magistrado acolheu pedido do Governo Estadual. No seu despacho, ele destacou que a medida visa evitar confrontos e danos ao patrimônio. 

“Impeço que os grupos manifestantes, manifestamente antagônicos entre si, se reúnam no mesmo local e data avenida Paulista, capital, no próximo dia 7 de junho -, evitando-se, assim, confrontos e prejuízos decorrentes desta realidade, zelando as autoridades administrativas competentes para que tal empreitada possa ter seu efetivo sucesso”, afirmou.

Segundo a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça, a Secretaria da Segurança Pública e o Ministério Público estão em contato com os organizadores dos atos para se chegar a um consenso que garanta a segurança de todos e o direito à livre manifestação. A decisão consta do Processo digital nº: 1000553-30.2020.8.6.0228.



Relacionados

Brasil | 04-07-2020 15:32

Salão de beleza vai pagar indenização por ‘maquiagem ruim’ em noiva

Salão de beleza vai pagar indenização por ‘maquiagem ruim’ em noiva

Brasil | 04-07-2020 15:32

Justiça derruba decretos que restringiam entrada em Ilhabela na pandemia

Justiça derruba decretos que restringiam entrada em Ilhabela na pandemia

Brasil | 04-07-2020 12:36

Em meio à pandemia, ministério da saúde completa 50 dias sem titular neste sábado

Em meio à pandemia, ministério da saúde completa 50 dias sem titular neste sábado

Brasil | 04-07-2020 12:05

Bancos ainda estudam oferta de crédito garantido por saque-aniversário

Bancos ainda estudam oferta de crédito garantido por saque-aniversário