PM é baleado no morro da Mangueira no Rio

Estadão Conteúdo
Brasil | Publicado em 25/07/2017 às 20:15

Um policial militar da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Mangueira, na zona norte do Rio, foi baleado na barriga durante um ataque de criminosos, na manhã desta terça-feira, 25. Ele sobreviveu e não corre risco de morte. Ninguém foi preso.

O soldado Jonathan Ávila Saraiva foi atingido enquanto, acompanhado por outros PMs, retirava uma barricada instalada por criminosos na região conhecida como Buraco Quente. Baleado, foi levado ao Hospital Quinta DOr, onde recebeu atendimento. No início da tarde, estava lúcido e em observação, segundo a polícia.

Os criminosos que atacaram os PMs conseguiram fugir e não haviam sido identificados até a tarde desta terça-feira. Por causa dos tiros, a Rua Visconde de Niterói, uma das principais vias da favela, foi bloqueada ao tráfego. A linha de ônibus 371 (Praça Seca-Praça Tiradentes) teve de alterar seu itinerário durante aproximadamente duas horas.



Relacionados

Brasil | 06-10-2018 16:19

Mais de 120 jornalistas são agredidos ao cobrir as eleições de 2018

Mais de 120 jornalistas são agredidos ao cobrir as eleições de 2018

Brasil | 05-10-2018 17:44

Nova lista suja de trabalho escravo denuncia 209 empresas

Nova lista suja de trabalho escravo denuncia 209 empresas

Brasil | 05-10-2018 17:37

Terras indígenas não demarcadas devem ter posto de saúde, decide TRF1

Terras indígenas não demarcadas devem ter posto de saúde, decide TRF1

Brasil | 05-10-2018 16:21

Missa e minuto de silêncio marcam 1 ano de incêndio

Missa e minuto de silêncio marcam 1 ano de incêndio

PUBLICIDADE