Saúde autoriza uso de leitos de hospitais de pequeno porte

Estadão Conteúdo
Brasil | Publicado em 26/03/2020 às 20:40

Agência Brasil

O Ministério da Saúde autorizou a utilização de leitos de hospitais de pequeno porte para cuidados prolongados em atendimento dos pacientes crônicos oriundos de UTI e leitos de enfermaria de hospitais de referência à covid-19. A portaria com a autorização está publicada em edição extra do Diário Oficial da União que circula nesta quinta-feira, 26.

Segundo o texto, poderão ser contemplados os estabelecimentos hospitalares com o total de leitos existentes entre 31 e 49, desde que haja leito SUS. Os leitos autorizados deverão ser 100% disponibilizados para Central de Regulação do Estado.

A autorização ocorrerá considerando critérios epidemiológicos e rede assistencial disponível dos Estados, pelo período excepcional de 90 dias, podendo ser prorrogado.

Habilitação

Em outra portaria, também publicada em edição extra do Diário Oficial, o Ministério da Saúde autoriza a habilitação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva Adulto para atendimento exclusivo dos pacientes de covid-19.

A habilitação temporária dos leitos de UTI ocorrerá a partir da solicitação do gestor local, de acordo com as necessidades dos seus territórios, pelo prazo excepcional de 90 dias, podendo ser prorrogado. O custeio para diária de leito de UTI será de R$ 800,00.



Relacionados

Brasil | 30-03-2020 13:49

SUS se prepara para receber 'três epidemias'

SUS se prepara para receber 'três epidemias'

Brasil | 30-03-2020 12:15

EUA: Johnson & Johnson diz que pode lançar vacina para covid-19 no início de 2021

EUA: Johnson & Johnson diz que pode lançar vacina para covid-19 no início de 2021

Brasil | 30-03-2020 12:10

Coronavírus: ONG distribui kits de higiene e cestas básicas na Cracolândia de SP

Coronavírus: ONG distribui kits de higiene e cestas básicas na Cracolândia de SP

Brasil | 30-03-2020 12:10

Em SP, cerca de 1 milhão vive em casas superlotadas, um desafio ao isolamento

Em SP, cerca de 1 milhão vive em casas superlotadas, um desafio ao isolamento

PUBLICIDADE