Linha 4

Publicidade

ACIT é contra praça de pedágio entre Cascavel e Toledo

Redação Tarobá News

O presidente da Acit Claudemir Machado relatou em entrevista que o Paraná tem o pior modelo de pedágio do país que atinge diretamente a população e o setor produtivo. Ele ainda explica que a nova proposta veio de uma forma equivocada que não agrada a sociedade. As audiências vieram para ouvir a sociedade sobre esse novo modelo.

Ele ainda afirmou que é contra a nova praça de pedágio entre Cascavel e Toledo, já que isso afeta moradores de várias regiões. 

O Programa Oeste em Desenvolvimento criou uma petição para assinantes, que assim como o POD e Associação Comercial e Empresarial de Toledo (ACIT), reivindicam que o edital para a nova concessão das rodovias do Paraná assegure:

- Não ao modelo de outorga onerosa, seja parcial ou total, pois isso se trata de um tributo disfarçado ou ágio;

- Aplicação do maior desconto no preço do pedágio, a exemplo de outros estados brasileiros;

- Menor degrau tarifário de reajuste das tarifas de pedágio após a duplicação das rodovias.

O planejamento do Ministério da Infraestrutura prevê licitar 3.327 quilômetros de rodovias estaduais e federais divididos em seis lotes. Serão 42 praças de pedágio, sendo 15 a mais do que atualmente.

Se houver outorga, metade dos recursos fica com a União, e a outra será para investimentos no projeto. 

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade