Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Cascavel já registrou 21 acidentes de trabalho em 2024 com três mortes registradas

07/06/24 às 12:47 - Escrito por Redação Tarobá News
siga o Tarobá News no Google News!

O número de acidentes de trabalho preocupa em Cascavel. Dados do ministério do trabalho apontam que cidade é a segunda do Paraná com mais registros. E nesse ano seis pessoas morreram. Uma situação que acende um alerta.


Uma das mortes aconteceu nesse semana. O trabalhador foi atingido por placas de compensados em uma empresa no Núcleo Industrial. Essa caso, assim como os outros estão sendo acompanhados pela Vigilância em Saúde do Trabalhador da prefeitura da cidade.


Leia mais:

Imagem de destaque
SEM ÁGUA

Conserto emergencial uma rede de distribuição de Cambé afeta abastecimento

Imagem de destaque
ACIDENTE GRAVE

Idosa é atropelada por um ônibus em cruzamento no centro de Arapongas

Imagem de destaque
ENCAMINHADO AO HOSPITAL

Homem fica ferido após ser atropelado no Distrito da Vila Reis, em Apucarana

Imagem de destaque
APÓS ABORDAGEM

PRF apreende mais de 300 quilos de maconha após abordagem na PR-445

O que chama atenção e preocupa é que no ranking das ocorrências, a construção civil se destaca. E essa área tem crescido e muito.


Nos últimos anos, Cascavel se tornou um verdadeiro canteiro de obras. Em cada canto um novo empreendimento sendo construido. Com isso, aumentam as oportunidades de emprego. Mas também acende um alerta em relação aos acidentes envolvendo os trabalhadores desse área.


De acordo com um levantamento feito pelo Sintrivel, de janeiro até junho desse ano 21 pessoas se envolveram em algum acidente em canteiro de obras. Mas em apenas três deles, foram feitas as comunicações de acidentes de trabalho, cat. O sindicato ainda prevê que o número é bem maior, já que muitos não são notificados. E muitos funcionários ainda trabalham na informalidade, o que aumentam os riscos.


O Ministério Público do Trabalho tem acompanhado as investigações de todos os acidentes aqui na cidade e orienta os familiares das vítimas de como agir nessas situações.


Notícias relacionadas

© Copyright 2023 Grupo Tarobá