Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Comunidade Mãe do Divino Amor faz vigília em frente a escola de Cambé

21/06/23 às 20:28 - Escrito por Redação Tarobá News
siga o Tarobá News no Google News!

A Comunidade Mãe do Divino Amor, que faz parte da Paróquia Santo Antonio de Cambé, realizou na noite desta quarta-feira (21) uma vigília em homenagem a Karoline Verri Alves, de 17 anos, e Luan Augusto da Silva, de 16, vítimas do ataque ao Colégio Estadual Helena Colody.

 

A rua Estados Unidos foi bloqueada pela Polícia Militar. A concentração aconteceu em frente a escola por volta das 19 horas. Na porta do colégio foram colocados arranjos de flores e bexigas brancas, além de uma foto do casal e cartazes com os dizeres: “Karol e Luan, a morte de vocês não foi em vão”; “chega de violência” e “pedimos por paz”.

Leia mais:

Imagem de destaque
ZONA LESTE

Carro capota após colidir contra Fiorino na Rua Charles Lindenberg

Imagem de destaque
DEMOLIÇÃO

Proprietários de barracão da Rua Paraíba podem pagar multa

Imagem de destaque
MORTO NO INÍCIO DO MÊS

Polícia Civil cumpre mandados em investigação sobre assassinato de Samuel da Silva

Imagem de destaque
LOCAL MOVIMENTADO

Trecho da BR-369 fica sem iluminação após furtos de fios na região

 

Nossa equipe de reportagem esteve no local e conversou com populares que levavam flores brancas para lembrar a vida dos estudantes e pedir por paz nas escolas. “A minha filha estava na segunda-feira, foi muito terrível. Então vim pra gente pedir paz nos colégios, não só aqui, mas em todo Brasil”.

 

O Diácono Arnaldo Aparecido Ruela, que faz parte da comunidade católica da cidade, foi um dos responsáveis pela organização da vigília. Ele explicou que o objetivo é “fazer o inverso do que o que o nosso lado humano tem a tendência. De pensar em ódio, raiva e ressentimentos pelo ocorrido. Então estarmos aqui hoje nesse colégio o intuito é fazermos um momento de oração e vigília pela paz”.

 

Arnaldo ainda citou a oração de São Francisco de Assis:

“Onde houver ódio, que eu leve o amor.

Onde houver ofensa, que eu leve o perdão.

Onde houver discórdia, que eu leve a união.

Onde houver dúvidas, que eu leve a fé.

Onde houver erro, que eu leve a verdade.

Onde houver desespero, que eu leve a esperança.

Onde houver tristeza, que eu leve a alegria.

Onde houver trevas, que eu leve a luz.”

 

Que Luan e Karoline descansem em paz.



Notícias relacionadas

© Copyright 2023 Grupo Tarobá