Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Curso on-line para apadrinhamento afetivo está com inscrições abertas

27/04/23 às 09:26 - Escrito por Assessoria de Imprensa
siga o Tarobá News no Google News!

Estão abertas as inscrições para o curso gratuito de preparação de candidatos a padrinhos e madrinhas de crianças e adolescentes que vivem nos serviços de acolhimento institucional de Londrina. As inscrições devem ser feitas pela internet (clique aqui) e a capacitação será on-line, entre os dias 2 a 5 de maio, das 19h30 às 21h. O curso será promovido pelo grupo Trilhas de Afeto, instituto sem fins lucrativos de apoio a adoção de crianças e adolescentes, e conta com apoio da SMAS (Secretaria Municipal de Assistência Social).


A capacitação é voltada para pessoas a partir de 18 anos que se dispõem a manter contato direto com o afilhado, semanalmente, ou no mínimo a cada 15 dias.


O presidente do grupo Trilhas de Afeto, José Wilson de Souza, informou que, para que as pessoas da comunidade se tornem padrinhos e madrinhas, é importante a realização de um trabalho de reflexão sobre seus desejos, motivações e expectativas. “Os candidatos devem compreender as especificidades das crianças e adolescentes em situação de acolhimento e encontrar o próprio limite (afetivo, educativo, financeiro) para desenvolver esse fundamental papel na vida desses sujeitos. Lembrando que a pessoa pode fazer o curso, mas não seguir com o programa, se assim optar”, disse.

Leia mais:

Imagem de destaque
ACIDENTE FATAL

Família de homem que morreu em acidente com caminhão pede justiça

Imagem de destaque
EM LONDRINA

Arraiá da Tia Maria leva comidas típicas e entretenimento na zona norte

Imagem de destaque
PASSOU POR CIRURGIA

Policial militar é atropelado por motorista embriagado em Arapongas

Imagem de destaque
CONJUNTO MARIA CELINA

Ciclista fica ferida após ser atingido por carro na zona norte de Londrina


Souza explicou que o objetivo principal do apadrinhamento afetivo é a convivência familiar e comunitária dos afilhados. “Quando o adolescente completa 18 anos ele tem que sair do acolhimento institucional, então é importante que ele receba, destes padrinhos e madrinhas, orientação vocacional, auxílio emocional, e outras possibilidades de convivência”, apontou.


De acordo com o presidente, inicialmente o convívio é no local onde a criança ou adolescente está acolhido, até o momento em que a equipe técnica do acolhimento determine que há um vínculo entre as partes e autorize o afilhado conviver com o padrinho ou madrinha fora da instituição. O apadrinhamento é por tempo indeterminado.


A diretora de Proteção Social Especial da SMAS, Sara Alexius, contou que os serviços acolhem crianças e adolescentes de 0 a 18 anos, mas a maior demanda para o apadrinhamento afetivo envolve os adolescentes. “Os serviços de acolhimento institucional são serviços de alta complexidade da Política de Assistência Social, são financiados e direcionados metodologicamente pelo poder público e executados via Termo de Colaboração com sociedade civil. Enfatizamos a importância do apadrinhamento afetivo para o desenvolvimento saudável dos adolescentes acolhidos, com novas referências e apoio na construção de projetos de vida”, ressaltou.


O curso tem duração de quatro dias e será ministrado pela equipe do Trilhas de Afeto. Na capacitação, o cursista obtém todas as informações sobre como funciona o programa. Depois, para prosseguir com o apadrinhamento, o candidato deve entregar os seguintes documentos: cópia do comprovante de residência (conta de água ou luz); cópia do RG e do CPF; cópia da certidão de casamento (caso seja casado); uma foto 3×4; certidão de ações civis e criminais expedida pelo cartório distribuidor do fórum da Comarca; certidão de ações civis e criminais expedida pelo cartório distribuidor da Justiça Federal.

Notícias relacionadas

© Copyright 2023 Grupo Tarobá