Linha 4

Publicidade

Entidades querem Itaipu parceira em projeto e obras do anel viário

Redação Tarobá News

Na última quinta-feira, representantes políticos e da sociedade organizada da região oeste apresentaram a nova diretoria da Itaipu Binacional, a ideia da construção de um anel viário, que desviaria o tráfego pesado das áreas urbanas. A reunião aconteceu na Associação Comercial e Industrial de Cascavel.

Representantes do setor produtivo, vereadores, secretários municipais, prefeitos e empresários estiveram presentes no encontro. O principal tema da reunião e motivo da visita da nova diretoria da Itaipu é o novo sonho da região e que deve trazer grande avanço na infraestrutura e logística. O contorno viário, seria a linha amarela que aparece no mapa elaborado pelo instituto de planejamento de Cascavel. Seriam cerca de 100 quilômetros de uma nova rodovia que interligaria as já existentes rodovias federais, que aparecem em lilás, BRs 277, 369, 163 e 467 e também as estaduais que aparecem em azul: PRs 180 e 486. O principal objetivo do anel é desviar o tráfego do perímetro urbano de Cascavel e ao mesmo tempo torná-lo mais ágil.

O pedido a Itaipu é que por meio de uma parceria, aconteça o estudo de viabilidade técnica, econômica e ambiental e ainda o projeto do anel viário seja custeado pela binacional e em um segundo momento a obra em si possa ser viabilizada.

Antes do encontro na ACIC a diretoria foi recepcionada pelos prefeitos da AMOP na sede da associação. A primeira visita do novo diretor serviu para estreitar laços reforçar convênios já firmados com os municípios e ainda discutir novas parcerias.

Confira mais detalhes na reportagem de Claudia Neis, exibida no Jornal Tarobá 1ª Edição.

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade

Nós usamos cookies teste site para lhe proporcionar a melhor experiência possível lembrando de preferências em visitas anteriores. Clicando em "Aceitar" você aceita o uso de cookies e nossos Termos de Uso.