Linha 4

Publicidade

Fiscalização é reforçada em áreas públicas de lazer em Londrina

Da Redação

Defesa Social/Bruno Amaral

A Prefeitura de Londrina, através da Secretaria Municipal de Defesa Social, por meio da Guarda Municipal fechou, durante à tarde de ontem, terça-feira (15), o principal acesso à cachoeira do Tatu, localizada na zona sul. Foi colocada uma cerca provisória de arame farpado, fornecido pela Secretaria Municipal de Obras e Pavimentação, além de um cartaz informativo quanto ao novo decreto (1049/2020) que proibiu o acesso e permanência em áreas públicas de lazer no município por, pelo menos, até o dia 24 de setembro, em razão da pandemia causada pelo novo coronavírus.

A diretoria operacional da Guarda Municipal informa que reconhece que a cachoeira é um atrativo para diversas pessoas,  porém está interditada por força do decreto. “No último final de semana encontramos muita gente desrespeitando a interdição. Nós precisamos dispender de um grande efetivo de guardas municipais em dois momentos, pela manhã e à tarde, para cumprir a fiscalização no local. Ao todo fizemos mais de 150 autuações naquele espaço. Estamos passando por um momento difícil para todos, a fim de que a situação não se agrave  durante à pandemia, pedimos a colaboração de todos que respeitem a legislação e fiquem em suas casas, pois essa simples ação nesse momento pode salvar vidas”, pediu o diretor da GM, Daniel Sakama.

Praça da Bandeira – A Guarda Municipal em patrulhamento pela região central da cidade no início da tarde desta quarta-feira (16), visualizou dezenas de pessoas que estavam aglomeradas na Praça da Bandeira, utilizando espaço público municipal interditado. Algumas não utilizavam máscara de proteção no momento da fiscalização e em cumprimento ao decreto municipal foram lavradas 32 autuações.

A fiscalização continua de forma rigorosa nas praças, parques, lagos e demais áreas de lazer que permanecem interditadas em toda extensão do município, inclusive na área rural, até o final da validade dos decretos. Continua obrigatório o uso de máscara de proteção. Quem for flagrado sem o equipamento de proteção poderá ser multado em R$300,00. Bares devem permanecer fechados e o descumprimento acarretará sanções administrativas e multa. Denúncias podem ser feitas para o telefone 153 da Guarda Municipal e para o WhatsApp 99995 – 0272. A instituição conta com a colaboração do denunciante para o fornecimento do maior número de informações possíveis para garantir efetividade no atendimento.


Com N.Com

COMENTÁRIOS

Publicidade