Londrina
Cascavel

TV Tarobá

Tarobá FM

  • Londrina
  • Cascavel

Foz do Iguaçu tem primeiro caso confirmado de Monkeypox

16/08/22 às 11:50 - Escrito por Assessoria

A Secretaria Municipal de Saúde confirmou na noite de segunda-feira (15) o primeiro caso de Monkeypox (doença popularmente conhecida como varíola dos macacos) em Foz do Iguaçu.


O paciente é do sexo masculino, da faixa etária entre 20 e 29 anos, que está em bom estado de saúde e cumpre isolamento domiciliar. O Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) da Secretaria de Saúde está acompanhando o caso, classificado como importado, uma vez que o homem tem histórico de viagem à cidade de São Paulo dias antes de apresentar sintomas. 


O diagnóstico foi feito no Instituto Adolfo Lutz - credenciado como Laboratório Nacional em Saúde Pública e Laboratório de Referência Macrorregional pelo Ministério da Saúde. Outros oito casos suspeitos estão atualmente em investigação no município. 

Sintomas

O Cievs Fronteira Foz do Iguaçu ressalta a necessidade de reforçar os cuidados em relação à Monkeypox, doença zoonótica viral, cuja transmissão para humanos pode ocorrer por contato com animal ou outro humano infectado, ou ainda com objetos contaminados.


Os sintomas podem durar entre 2 a 4 semanas, e incluem: erupção cutânea, febre, calafrios, exaustão, cefaleia, adenomegalia, dores musculares, dores nas costas, dor retal, sangramento retal e edema peniano. A pessoa infectada só deixa de transmitir o vírus quando as crostas desaparecem da pele.

Casos suspeitos

Em caso de sintomas, procure a Unidade Básica de Saúde mais próxima para exames, orientações e acompanhamento. Casos que preenchem a definição de suspeito devem ser notificados imediatamente ao CIEVS Fronteira Foz do Iguaçu pelo (45) 2105-8181|8197 ou e-mail [email protected]


A população geral pode se prevenir da Monkeypox com o uso de máscara e higienização frequente das mãos.

© Copyright 2022 Grupo Tarobá