Linha 4

Publicidade

Governo Federal nega pedido de maior rigidez na fiscalização da Ponte da Amizade

Redação Tarobá News

O Governo Federal negou o pedido de Foz do Iguaçu para o aumento no controle na ponte internacional da amizade, entre Brasil e Paraguai. A prefeitura da cidade havia pedido maior fiscalização no acesso ao país, como medida de combate a Covid-19.

Foz do Iguaçu segue o decreto estadual, e apenas comércios essenciais funcionam. No entanto em Cidade do Leste, que divide fronteira com Foz, seguem todos os serviços abertos. A decisão negativa do Governo Federal não apresentou nenhuma justificativa. De acordo com a prefeitura de Foz do Iguaçu, o município tem fiscalizado aleatoriamente próximo da ponte a entrada de paraguaios como determinação do decreto municipal.

Segundo o prefeito Chico Brasileiro, cerca de 30% dos atendimentos de triagem do hospital municipal são de não residentes da cidade.

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade