Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Índice de negativados em setembro teve aumento de 20%, segundo ACIL

05/10/22 às 17:30 - Escrito por Redação Tarobá News

O número de consumidores que passaram a constar na lista de inadimplentes em Londrina foi 20% maior em setembro na comparação com o mesmo mês em 2021. Os dados foram levantados pelo Sistema de Proteção ao Crédito da ACIL (SPC/ACIL).


Nestes nove meses de 2022, o percentual de inadimplência foi 16% maior na comparação com o mesmo período do ano anterior. O impacto da inflação no bolso da população pode ser apontado como uma das causas para este cenário.


Em contrapartida, também aumentou o percentual de negativados que conseguiram limpar o nome. A elevação no número de consumidores que saudaram dívidas atrasadas foi de 12% na comparação com o mesmo mês do ano passado. Em uma perspectiva anual, os dados demonstram um aumento de 9% nos negativados que conseguiram deixar o cadastro de maus pagadores na comparação com os nove meses de 2021. 


“A inflação elevada, especialmente a dos alimentos, que atinge principalmente as faixas de renda mais baixas, é uma das causas do aumento da inadimplência, não só do consumidor londrinense, mas do consumidor em geral, elevando os níveis de negativados no país”, explica Marcos Rambalducci, consultor econômico da ACIL.

 

© Copyright 2022 Grupo Tarobá