Linha 4

Publicidade

Moradores do Califórnia fecham a avenida Dez de Dezembro em protesto contra morte de jovem

Da Redação

No início da noite desta terça-feira (13), mais um protesto está sendo realizado por amigos e familiares de um jovem morto em confronto com a polícia no último domingo. O novo ato está acontecendo na avenida Dez de Dezembro, com barreiras e fogo impedindo a passagem de veículos no local.

Os dois trechos da avenida estão interditados e o trânsito completamente congestionado em toda a região. A Polícia Militar se dirigiu ao local para começar a liberar o fluxo de veículos.

Esse é o terceiro dia de manifestações após a morte de Cristiano da Silva Rodrigues de Jesus, de 20 anos, em um confronto com uma equipe da Rotam na rua Camile Flamarion.

Versões
A PM garante que Cristiano estava armado e com 52 pinos de cocaína. A equipe informou que tentou fazer a abordagem, mas o jovem teria reagido. Já os familiares dele afirmam que o material só foi apresentado cerca de 12 horas depois do confronto e que no local da morte, os policiais não mostraram a arma que estaria com ele.

Cristiano tinha passagem por assalto e estava respondendo em liberdade com uso de tornozeleira eletrônica. “Ele ficou acuado, levou três tiros, estava sentado na rua. Não revidou, não tinha arma. Não apresentou para a gente na hora”, disse uma tia de Cristiano. "Ele não estava armado, não tinha droga, não tinha nada. Estava escondido atrás de uma máquina de lava. Se ele estivesse armado, tinha metido bala", afirmou a mãe do jovem. 

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade