Linha 4

Publicidade

Mulher pede ajuda com passagens para visitar marido que está internado na ala de queimados em Londrina

Redação Tarobá News

Cristiane é esposa de Joaquim que sofreu queimaduras após um acidente ao acender uma churrasqueira. Ela tem ficado distante do marido desde então, que foi levado para Londrina onde está internado na ala de queimados da cidade. Em Cascavel a ala de queimados atualmente é usada para abrigar uma ala de Covid-19 no HUOP. 

Joaquim até chegou a receber atendimento no no Hospital Universitário, em Cascavel, mas pela gravidade foi transferido para Londrina. Cristiane que está desempregada conseguiu uma doação de passagem para visitar o esposo na semana passada, mas se viu diante de outra dificuldade. Ao chegar em Londrina ela não conseguiu vaga em uma casa de apoio, e teve de voltar para Cascavel. Ela então foi transportada em uma ambulância do Samu, junto com um paciente positivo para Covid-19.

A obra da ala de queimados do Hospital Universitário, em Cascavel, foi iniciada em 2014 e deveria ter sido entregue em 2016. Mas mesmo com o espaço físico finalizado, o presidente da associação Pró-queimados do oeste do Paraná diz que faltam equipamentos e por enquanto o local está sendo usado para pacientes com Covid-19. O assunto foi discutido em Brasília pelas autoridades.

Enquanto a ala de queimados não é uma realidade na cidade, Cristiane pede ajuda para manter as despesas e conseguir passagens para visitar o esposo no Norte do Estado. Interessados em ajudar devem entrar em contato pelo número: (45) 9 9127-8340

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade