Linha 4

Publicidade

Prefeitura antecipa 13º dos servidores no dia 30

Redação Tarobá News

Foto: Kiko Sierich/Acifi

A Prefeitura de Foz do Iguaçu vai antecipar no próximo dia 30 o pagamento integral do 13º salário aos 6,8 mil servidores municipais. Em 30 dias, serão pagos R$ 90,5 milhões, em valores brutos, referentes às folhas de novembro e dezembro, retroativos de progressões e promoções, o 13º salário e o terço de férias dos professores e demais servidores que têm esse direito.

A Secretaria da Administração esclarece, no entanto, que o adiantamento do 13º no dia 30 de novembro não contempla os aposentados, pensionistas e inativos, que receberão a gratificação no dia 20 de dezembro. A distinção se dá por conta da natureza dos tipos de vínculos. Há uma peculiaridade que diferencia os aposentados dos servidores ativos.  

Em 30 de novembro, serão pagos o 13º (R$ 17,5 milhões), o retroativo da educação (R$ 4,6 milhões) e a folha de novembro (R$ 31,3 milhões). Até 28 de dezembro, no máximo, serão pagos a folha de dezembro (R$ 31,3 milhões), acrescida com o pagamento de progressões e promoções (R$ 1,5 milhão) e 1/3 de férias (4,5 milhões).

Comércio local

O pagamento de praticamente três folhas salariais vai contribuir com o aquecimento da economia neste final de ano, estima o prefeito. “Uma boa injeção de ânimo para os comerciantes. A cidade já recuperou sua principal atividade econômica, o turismo, e os empregos estão sendo criados", afirmou o prefeito Chico Brasileiro.

"Em 2022, vamos continuar com a meta de alcançar o pleno desenvolvimento de todas as áreas da nossa economia", completa. Na avaliação do prefeito, é importante destacar que o benefício pago aos servidores municipais se somará ao 13º dos servidores estaduais e federais e dos trabalhadores das empresas instaladas em Foz do Iguaçu.

"É um dinheiro importante para as vendas do comércio local, principalmente o pagamento do 13º salário. Também é um reconhecimento ao trabalho de todos os servidores municipais que mostraram todo desprendimento e intensidade no desempenho das funções durante esse período tão difícil e complexo quanto ao estamos passando agora nesta pandemia", disse o prefeito.

No Paraná

Outras grandes cidades do Paraná - a exemplo de Curitiba, Cascavel, Ponta Grossa e Maringá - também anteciparam o pagamento do 13º salário. Isso está sendo possível, segundo Chico Brasileiro, porque os gestores públicos, mesmo com o impacto da pandemia, buscaram o equilíbrio das contas como acontece com a prefeitura de Foz do Iguaçu.

A prefeitura, afirma Brasileiro, ainda teve condições de lançar a segunda edição do Orçamento Participativo e assinar contratos de financiamento para executar mais um pacote de obras. "Isso significa que resgatamos a importância da Prefeitura como indutora do desenvolvimento da cidade, focada na criação de empregos, o que já está acontecendo com todas as obras públicas e privadas que estão em execução".

Economia

Segundo o Dieese, a economia paranaense deverá receber, até o final de 2021, com o 13° salário, cerca de R$ 14,2 bilhões. O número de trabalhadores no estado que receberá o benefício foi estimado em 5,3 milhões. Os empregados do mercado formal, tanto celetistas quanto estatutários representam 63,4%, enquanto pensionistas e aposentados do INSS equivalem a 35,3%.

Em relação aos valores que cada segmento receberá, nota-se a seguinte distribuição: os empregados formalizados ficam com 72,9% (R$ 10,4 bilhões) e os beneficiários do INSS, com 18,7% (R$ 2,6 bilhões).

Para os empregados, até o final de 2021, a estimativa é de que R$ 10,3 bilhões serão pagos como 13º salário aos 3,373 milhões de trabalhadores do setor público e privado no Paraná. Até dezembro, o pagamento do 13º salário tem o potencial de injetar na economia brasileira cerca de R$ 232,6 bilhões.

Assessoria

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade

Nós usamos cookies teste site para lhe proporcionar a melhor experiência possível lembrando de preferências em visitas anteriores. Clicando em "Aceitar" você aceita o uso de cookies e nossos Termos de Uso.