Londrina
Cascavel

TV Tarobá

Tarobá FM

  • Londrina
  • Cascavel

Prefeitura se posiciona sobre a greve do transporte coletivo de Cascavel

05/10/20 às 11:55 - Escrito por Redação Tarobá News

O secretário de Comunicação de Cascavel, Thiago Stefanello, apontou que a greve dos trabalhadores do transporte coletivo é ilegal. Ele explica que a categoria não está cumprindo o que prevê a lei, de manter ao menos, 30% do efeito nas ruas.

O município ainda afirma que o oficio do sindicato dos trabalhadores do transporte coletivo cita que eles se comprometeriam a manter 50% dos trabalhos por conta da pandemia de coronavírus. Inclusive a Transitar publicou no domingo a tabela de horário especial para o funcionamento dos ônibus. 

No dia 19 de março houve o primeiro decreto na cidade, e com isso diminuiu o uso do transporte coletivo o que fez com que houvesse uma diminuição nas vendas. Para resolver o problema, a Prefeitura fez uma chamada junto ao Tribunal de Contas do Estado para tentar pagar um subsídio ainda maior aos funcionários. Mas isso só poderá ser feito se houver uma autorização legal. 

As empresas responsáveis já buscaram na Justiça a ilegalidade da greve, pedindo a retomada do transporte na cidade. A Transitar se mantém em aberta para tentar ume negociação com o sindicato. 

Leia mais: Sindicato cobra negociação e confirma greve nos ônibus por tempo indeterminado em Cascavel

Empresas do transporte coletivo consideram greve ilegal, abusiva e incoerente

Greve geral: 100% da frota do transporte coletivo está parada

Confira o vídeo completo!

© Copyright 2022 Grupo Tarobá