Linha 4

Publicidade

Produtores da economia solidária procuraram vereadores e secretários com algumas dificuldades

Redação Tarobá News

Foto: Assessoria

Uma reunião foi realizada entre os produtores da economia solidária, Comissão de Saúde e o Secretário de Assistência Social, Hudson Moreschi. O encontro foi realizado no plenarinho da Câmara Municipal nesta segunda-feira (19), no período da tarde.

Os produtores procuraram os parlamentares, pois estavam com algumas dificuldades. "Viemos reivindicar nossos espaços que estavam sendo retirados sem nos comunicar e viemos pedir apoio, para até ajudar a gente a conseguir um espaço melhor", relata a artesã Jussara de Oliveira Silva.

Houve avanço a partir da reunião, foi resolvido que será organizado um planejamento junto com a secretaria de Assistência Social e secretaria de desenvolvimento econômico, para poder apresentar aos produtores algumas propostas, além de levar para aprovação na Câmara de Vereadores uma lei da economia solidária.

Além dessa demanda, foi levado à reunião a questão de alguns participantes da economia solidária estarem sob vulnerabilidade social. "Por isso a importância de juntar a secretaria de desenvolvimento econômico e a de assistência social, para aqueles que precisam, recebam ajuda do poder público, e aqueles que têm condições de se desenvolverem sozinhos, ganhar espaço para poder ter esse desenvolvimento.

De acordo com o secretário de Assistência Social, Hudson Moreschi, a prioridade do governo municipal é a economia solidária. "Nós estamos buscando potencializar essa política, porque por meio dela é possível garantir dignidade e autonomia às pessoas em situação de vulnerabilidade e hoje atendida pelos CRAS", afirma Hudson.

O secretário Hudson, durante a reunião, ainda levou à conversa a possibilidade de buscar uma parceria com a Indústria e Comércio para fomentar a questão da economia solidária, tendo em vista que é uma demanda focada na geração de rendimento às pessoas.

"É com essa intenção que estamos hoje aqui, para discutir como avançarmos, melhorarmos, mudarmos a economia solidária em Cascavel', explana Hudson.

Os profissionais da economia solidária também se reunirão para organizar algumas propostas para levar aos secretários e vereadores, como a criação da casa do artesão em Cascavel, por exemplo. "Essa reunião foi muito produtiva, saímos com mais confiança, que eles vão nos ajudar agora", finaliza Jussara.

Assessoria

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade