Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Sindicato ameaça greve caso projeto de terceirização de escolas seja aprovado

23/05/24 às 19:51 - Escrito por Redação Tarobá News
siga o Tarobá News no Google News!

Um projeto intitulado Parceiro da Escola, apresentado pelo governado do Paraná, pretende privatizar cerca de 200 escolas públicas. A ideia é contratar empresas, que seriam responsáveis pelo gerenciamento e infraestrutura das instituições e aquisição dos recursos materiais. Contrária a proposta, a APP sindicato ameaça greve. 

 

O modelo já foi aplicado em duas escolas do estado, em Curitiba e São José dos Pinhais. Segundo o governador, a experiência foi bem sucedida, por isso o objetivo é expandir o projeto, que iria garantir a competência do serviço educacional.

Leia mais:

Imagem de destaque
GRAVE

Bebê de 1 ano morre atropelado em Apucarana e suspeito é espancado por populares

Imagem de destaque
ENTENDA A HISTÓRIA

Conheça a história do Paçoca, cão que se envolveu em polêmica neste domingo

Imagem de destaque
EXPLICAÇÃO

Família nega que tenha abandonado cachorro e explica caso; cão está bem

Imagem de destaque
TRAGÉDIA

Homem morre após acidente de moto na Avenida Dez de Dezembro, em Londrina

 

O presidente da APP Sindicato Londrina discorda da privatização e afirma que o projeto seria prejudicial para o ensino no Paraná. “É a venda da escola. É transformar a escola em um negócio, onde vai pagar para empresas assumirem a gestão de escolas públicas. Essas empresas vão buscar o lucro”, disse o Márcio André, presidente do sindicato.

 

Neste sábado, o sindicato dos professores e funcionários de escolas do paraná farão uma assembleia on-line para discutir estratégias para barrar a terceirização e discutir uma possível greve.

 

Notícias relacionadas

© Copyright 2023 Grupo Tarobá