300 Agentes de Saúde e de Combate a Endemias concluem nova etapa de capacitação

Redação Tarobá News
Ciência e saúde | Publicado em 14/06/2019 às 20:21

Foto: Assessoria

Trezentos servidores municipais concluíram hoje (14), no Auditório da Prefeitura de Cascavel, mais uma etapa de capacitação. Divididos em 15 turmas, com 600 horas de treinamento, os ACEs (Agentes de Combate a Endemias) e ACS (Agentes Comunitários de Saúde) foram certificados por meio do Projeto de Qualificação e Desenvolvimento de Pessoas.

A capacitação ministrada pelo professor Renato Oliveira teve por objetivo refletir sobre as habilidades e oportunidades de desenvolvimento com base na autoestima e no otimismo, desenvolver a harmonia e sinergia nas relações interpessoais e no trabalho em equipe, estimular o envolvimento positivo com as pessoas, oportunizando formas de lidar com situações conflitantes e difíceis e ainda dar as principais bases do desenvolvimento pessoal, profissional e da motivação.

Nesta tarde, o grupo participou da palestra "Não tenho tudo que amo, mas amo tudo o que tenho?" ministrada por Eloni dos Santos Castro, consultora sistêmica empresarial, certificada em coach e master/training em programação neurolinguística.

O ACS e o ACE são profissionais de grande importância para nossa população, uma vez que percorrem as ruas do Município visitando as residências e os moradores buscando sempre promover a saúde e prevenir doenças, seja pela atenção individual aos membros da família - como é o caso do agente comunitário de saúde -, seja pela observação do ambiente familiar e da residência, como é o caso do agente de combate às endemias.

É fundamental para o trabalho de proteção que o agente comunitário de saúde e o agente de combate às endemias desenvolva a tarefa de mapear e cadastrar os dados sociais, demográficos e de saúde de cada membro das famílias e de cada residência ou rua, a fim de que sejam consolidadas e analisadas todas as informações obtidas em campo, indispensáveis para a programação, avaliação e reprogramação de todas as ações de saúde e de combate às endemias implementadas na localidade.

Estes dados coletados e sistematizados pelos agentes são fundamentais não só para a identificação e acompanhamento dos indivíduos ou grupos que necessitam de cuidados especiais de saúde ou das residências com problemas de saneamento, mas também para subsidiar a elaboração, acompanhamento e avaliação de políticas públicas na área de saúde, em nível local, estadual e nacional, além de mobilizar a população para as reuniões do conselho de saúde e para sensibilizar a comunidade para campanhas e para a convivência saudável.

Assessoria



Relacionados

Cascavel | 17-06-2019 11:44

Doação de sangue tipo O- é o mais procurado

Doação de sangue tipo O- é o mais procurado

Cascavel | 17-06-2019 11:03

Cerca de 500 pessoas foram atendidas no Dia D contra Febre Amarela

Cerca de 500 pessoas foram atendidas no Dia D contra Febre Amarela

Londrina | 17-06-2019 09:53

Prefeitura reforça equipe e aplica mais de seis mil doses de vacina contra a gripe

Prefeitura reforça equipe e aplica mais de seis mil doses de vacina contra a gripe

Cascavel | 15-06-2019 15:39

Procura pela vacina contra febre amarela está baixa na zona rural

Procura pela vacina contra febre amarela está baixa na zona rural

PUBLICIDADE