Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel
Londrina
Cascavel

Apucarana deve ganhar novas três unidades básicas de saúde

29/12/17 às 05:29 - Escrito por Redação Tarobá News

Além da continuidade na capacitação e contratação de novos profissionais para atender a população nas mais diversas funções e especialidades, em 2018 a Autarquia Municipal de Saúde (AMS) da Prefeitura de Apucarana vai investir na revitalização e expansão estrutural da atenção básica, através da reforma, ampliação e também edificação de novos postos de saúde. O planejamento estratégico para o próximo exercício foi detalhado no último dia 20 pela administração municipal, em encontro que reuniu os conselhos locais das 28 unidades básicas de saúde (UBS’s) de Apucarana, e confirmados na quinta-feira (28) pelo prefeito Beto Preto.

Somados, os investimentos previstos para o período serão de cerca de R$3 milhões, envolvendo recursos próprios da saúde municipal e também oriundos de convênios com os governos Estadual e Federal. Constam na planilha de investimentos divulgada pela diretoria da AMS a construção de pelo menos três novas unidades básicas, uma no Residencial Fariz Gebrim, outra no Residencial Solo Sagrado, além da sede própria da unidade do Jardim Interlagos, que atualmente funciona em imóvel alugado. “As unidades do “Interlagos” e a do “Fariz Gebrim” já estão inclusive licitadas, com previsão de darmos a ordem de serviço neste mês de janeiro”, informa o prefeito Beto Preto.

De acordo com ele, a unidade do “Solo Sagrado” já tem projeto pronto e deve ser licitada no início de 2018. O investimento previsto na edificação das três novas unidades básicas de saúde é de cerca de R$1,6 milhão. A UBS Fariz Gebrim foi licitada em R$516.251,84, sendo R$408 mil do Ministério da Saúde e o restante contrapartida municipal. Já a UBS do Jardim Interlagos, licitada em R$586.532,12 tendo o mesmo montante em repasse federal, terá R$178.532,12 de recursos do município. “A previsão é de que a UBS do Solo Sagrado absorva investimento na ordem de R$480 mil, que será integralmente de recursos do caixa municipal”, detalhou o prefeito Beto Preto.

Também estão no planejamento de expansão estrutural da atenção básicas para o próximo ano a reforma e ampliação de pelo menos 11 postos de saúde O vice-presidente da AMS, Emídio Bachiega, relata que o investimento deve chegar a R$1,4 milhão. Estão no cronograma a realização de melhorias nas unidades Romeu Milani (centro), Vila Regina, Adriano Correia, Jardim Marissol, Ponta Grossa, Dom Romeu Alberti, Caixa de São Pedro, Papa João Paulo I, São Pedro Taquara, Vila Reis e Vila Nova. “Os projetos e orçamentos estão em fase final para aprovação e logo vão estar liberados para licitação. Finalizando este processo poderemos anunciar detalhadamente quais serão as intervenções em cada uma destas unidades, melhorias que vão possibilitar um atendimento ainda melhor ao cidadão”, pontuou Bachiega.

Ele destaca o modelo de gestão implementado pelo prefeito Beto Preto. “Nos últimos cinco anos Apucarana vem sendo administrada com planejamento e com olhar para o futuro. Isso acontece em todos os setores e, na Saúde, posso dizer que os ganhos também são muito grandes, pois os passos são planejados para atender as necessidades presentes, mas também futuras”, disse o vice-presidente da AMS. A maior prova, ilustra ele, é a previsão de novos investimentos. “Estão nos planos do prefeito a edificação de “segundas UBS’s” em bairros em expansão habitacional, como núcleos João Paulo e Dom Romeu Alberti. São diversos os novos loteamentos em suas imediações”, finalizou Bachiega.

(Assessoria)

© Copyright 2022 Grupo Tarobá