Linha 4

Publicidade

HU chega ao limite e pede medidas mais duras de combate à pandemia

Murilo Pajolla

À beira do colapso por causa da superlotação, o Hospital Universitário (HU) enviou nesta quarta-feira (24) um ofício à Prefeitura de Londrina requisitando uma série de medidas mais restritivas contra o coronavírus em relação ao comércio, transporte público e outras atividades que geram aglomeração. 

No mesmo dia, o Pronto Socorro do Hospital registrou taxa de ocupação de 83% e, por 12 horas, restringiu a entrada de pacientes não Covid-19. 

O documento, assinado pela superintendente Vivian Feijó, sugere a suspensão ou limitação de festas e eventos em buffets, o aumento da frota do transporte coletivo para que todos os passageiros possam se locomover sentados e o fim da gratuidade dos idosos nos ônibus, como forma de desestimular a circulação dos integrantes do grupos de risco. 

Em concordância com o pedido do Ministério Público (MP-PR), o HU solicita ainda que a Prefeitura reavalie a autorização para funcionamento de bares e casas noturnas, além de manter confraternizações restritas ao grupo familiar que moram na mesma residência, com no máximo 10 pessoas. 

Na avaliação do Hospital, atividades esportivas coletivas em espaços públicos ou privados, como condomínios, devem ser vedadas. A Instituição também quer que a Prefeitura reavalie a permissão de abertura de igrejas e o horário de funcionamento do comércio e dos shoppings, de modo a promover um reescalonamento. 

O ofício diz que as medidas deveriam vigorar por pelo menos duas semanas para surtir efeito e sugere que as mudanças na estratégia de combate ao vírus sejam discutidas em conjunto com os 97 município que compõem a região atendida pelo HU. 

A gestão do Hospital reconhece que restrições mais duras, como o lockdown, são difíceis de serem executadas, mas alega que a situação é crítica. O documento aponta ainda que a rede privada de saúde vem acenando com a possibilidade de transferir pacientes para o HU, indicando esgotamento dos leitos nestes serviços. 

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade

Nós usamos cookies teste site para lhe proporcionar a melhor experiência possível lembrando de preferências em visitas anteriores. Clicando em "Aceitar" você aceita o uso de cookies e nossos Termos de Uso.