Mais de 200 profissionais de saúde se classificam para trabalhar durante pandemia

Da Redação
Ciência e saúde | Publicado em 08/04/2020 às 17:04

Foto: Divulgação

Para ajudar no enfrentamento à pandemia de coronavírus, a Prefeitura de Londrina abriu inscrições para profissionais da saúde interessados em atender os pacientes com os sintomas da Covid-19 na cidade. Solidarizados com a situação que o mundo está enfrentando, mais de 400 médicos e auxiliares de enfermagem se inscreveram na chamada pública da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Ao todo, se classificaram 231 profissionais, sendo 197 para atuar como auxiliares de enfermagem, 31 médicos de clínica geral e três pediatras plantonistas. Os outros 226 interessados não finalizaram as inscrições com o encaminhamento correto da documentação exigida no edital do processo de seleção e, por isso, foram considerados desclassificados. Entre eles estavam dois pediatras, dez clínicos geral e 214 auxiliares de enfermagem.

Agora, os classificados continuam no processo seletivo e devem apresentar a comprovação de aptidão física e mental para o serviço, conforme descrito no Edital 023/2020 da Secretaria de Saúde. Os arquivos devem ser enviados para o e-mail chamadapublica@saude.londrina.pr.gov.br.

Segundo a diretora de Gestão do Trabalho e Educação em Saúde (SMS), Eliane Sandra Vieira, a lista contendo o nome dos aprovados para o serviço na rede municipal de saúde deve ser divulgada no início da próxima semana, sendo que os selecionados devem iniciar os trabalhos de enfrentamento ao coronavírus o mais breve possível. A contratação temporária será por 30 dias, mas ela poderá ser prorrogada por mais 30, caso haja necessidade.

Eles atuarão no combate à Covid-19 em escala de plantão, sendo a prioridade inicial o atendimento em unidades exclusivas para a triagem e tratamento dos casos suspeitos dessa doença. Para isso, os auxiliares de enfermagem terão uma jornada de 30 horas semanais e receberão R$ 2.385,24 mensais. Já os médicos deverão executar plantões somando 24 horas semanais e receberão R$ 9.892,01 por mês.

Não puderam participar desse chamamento os médicos ou auxiliares de enfermagem que se enquadravam nos grupos de risco para o contágio do coronavírus. Entre eles estavam as gestantes e lactantes, pessoas com mais de 60 anos e portadores de doenças crônicas (como hipertensão, diabetes ou doenças cardíacas).

Com N.com



Relacionados

Londrina | 28-05-2020 09:56

Covid-19: aumentam denúncias de falta de segurança para profissionais da saúde

Covid-19: aumentam denúncias de falta de segurança para profissionais da saúde

Londrina | 28-05-2020 08:27

Lerroville recebe mutirão contra a dengue

Lerroville recebe mutirão contra a dengue

Londrina | 27-05-2020 19:01

Londrina registra 21º óbito por Covid-19 e chega a 321 casos confirmados

Londrina registra 21º óbito por Covid-19 e chega a 321 casos confirmados

Cascavel | 27-05-2020 18:12

Depois de queda, isolamento social volta a ficar acima de 40%

Depois de queda, isolamento social volta a ficar acima de 40%