Parceria permitirá cirurgias pediátricas de alta complexidade

Redação Tarobá News
Ciência e saúde | Publicado em 07/12/2018 às 20:18

Foto: AEN

Cirurgias pediátricas cerebrais de alta complexidade, em pacientes que apresentam tumores, poderão ser feitas gratuitamente no Instituto de Neurologia de Curitiba (INC). Serão disponibilizadas duas cirurgias por mês em pacientes encaminhados pela equipe do Hospital Infantil Waldemar Monastier, de Campo Largo.

Para formalizar a cooperação, a governadora Cida Borghetti assinou nesta sexta-feira (07), em Curitiba, convênio que envolve parceria entre a Fundação Estatal de Atenção em Saúde do Estado do Paraná (Funeas), que gerencia o Hospital Waldemar Monastier, e o Instituto de Neurologia habilitando a realização dessas cirurgias.

“Uma demonstração bem-sucedida na área da saúde, uma possibilidade de salvar vidas, de cuidar dessas crianças que precisam tanto de atenção e um atendimento de referência. Uma atitude que vem ao encontro das nossas ações, priorizando o atendimento das pessoas que mais precisam”, destacou a governadora.

O secretário da Saúde, Antônio Carlos Nardi, reforçou o compromisso do Estado em possibilitar atendimento de qualidade à população. “Um serviço à favor do ser humano, que seja exemplo para novas parcerias. Serviço de excelência é atender as pessoas que mais precisam e não as que podem pagar”, afirmou.

INÉDITO – De acordo com o presidente da Funeas, Domingos de Melo Trindade Guerra, o hospital fará uma triagem dos casos mais graves e o INC fará o atendimento dessas crianças. Ele disse que esse é um modelo inédito, já que essas cirurgias não terão custo algum para o Estado.

“É um convênio histórico, onde o INC custeará esse atendimento e a equipe do Hospital Waldemar Monastier vai coordenar o processo e acolher as famílias dessas crianças. Nós temos uma casa de acolhimento para dar suporte à família durante essa jornada de tratamento”, destacou.

As cirurgias serão custeadas por meio do Projeto INC Neuro KIDs, desenvolvido pelo Instituto de Neurologia por meio de parcerias com a iniciativa privada para ampliar o número de atendimentos ambulatoriais, cirúrgicos e de reabilitação de crianças carentes com tumor cerebral. A ideia do projeto é conseguir apoiadores entre pessoas físicas e jurídicas para custear as despesas dos procedimentos realizados a crianças carentes.

De acordo com a diretora do INC, Regina Ramina, os médicos e a parte hospitalar são gratuitos. A parceria em recursos é feita com o setor empresarial. “Vamos oferecer toda a nossa estrutura para fazer a diferença na vida dessas crianças carentes que precisam de um atendimento de alta complexidade”, disse.

PRESENTE - Para o diretor-geral do Waldemar Monastier, Germano Krieger Neto, essa parceria é um presente ao Estado do Paraná. “Nós faremos a avaliação e triagem, vamos encaminhar as crianças e coordenar todo esse processo para que elas possam fazer a cirurgias no INC, que é referência nessa área”, destacou.

Inaugurado em 2003, o Instituto de Neurologia de Curitiba (INC) é considerado pioneiro na América Latina no uso de tecnologia de ponta em cirurgias de tumores cerebrais. Também é centro de referência em alta complexidade e tratamento de patologias como tumores da base do crânio, epilepsia, parkinson, tumores cerebrais, aneurismas e tumores da base do crânio.

AEN



Relacionados

Umuarama | 29-11-2018 15:55

Uopeccan Umuarama realiza primeira cirurgia de tumor em medula espinhal

Uopeccan Umuarama realiza primeira cirurgia de tumor em medula espinhal

Cascavel | 29-11-2018 13:24

Veja como vai funcionar o atendimento do CEO em Cascavel

Veja como vai funcionar o atendimento do CEO em Cascavel

Ciência e saúde | 29-11-2018 09:46

Paranaenses devem se vacinar contra a febre amarela

Paranaenses devem se vacinar contra a febre amarela

Londrina | 29-11-2018 09:03

Número de casos de AIDS em Londrina cresce nos últimos anos

Número de casos de AIDS em Londrina cresce nos últimos anos

PUBLICIDADE