Pequenas Unidades de Saúde recebem apoio de grandes hospitais para enfrentar a dengue

Redação Tarobá News
Ciência e saúde | Publicado em 12/02/2020 às 19:03

Uma situação já prevista desde o início de janeiro, mas que agora, na prática, fez acender ainda mais o alerta do sistema de saúde em Londrina. Hospitais sem leitos, Unidades Básicas e UPAs lotadas, macas do Siate e do SAMU retidas e uma causa principal em comum: a dengue. Nesta quarta-feira (12), o HU foi designado como referência oficial para os casos graves da doença.

A rede municipal teve reforço no quadro de funcionários; na região, o Governo do Estado tenta dar suporte aos serviços, diante de um fato assustador - os 21 municípios da região estão com epidemia.

(Reportagem: Silvano Brito)

ENVIE SUGESTÕES, NOTÍCIAS, FOTOS OU VÍDEOS PARA NÓS - ATRAVÉS DO WHATSAPP DO TAROBÁNEWS - 43 99995-1367



Relacionados

Cascavel | 06-04-2020 15:25

Duas mortes por dengue são investigadas pela Secretaria de Saúde

Duas mortes por dengue são investigadas pela Secretaria de Saúde

Londrina | 06-04-2020 14:51

Hospital Universitário começa a usar hidroxicloroquina para tratar covid-19

Hospital Universitário começa a usar hidroxicloroquina para tratar covid-19

Cascavel | 06-04-2020 14:14

Dengue: agentes de endemias retomam os trabalhos em Cascavel

Dengue: agentes de endemias retomam os trabalhos em Cascavel

Cascavel | 06-04-2020 13:18

Cascavel tem 35 casos confirmados de coronavírus

Cascavel tem 35 casos confirmados de coronavírus