Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Registro de focos de dengue vai gerar multa de até R$ 300 em Londrina

17/04/23 às 12:51 - Escrito por Redação Tarobá News
siga o Tarobá News no Google News!

Doze caminhões de lixo foram retirados do conjunto Vivi Xavier, na zona Norte de Londrina, no mutirão de limpeza “Bota fora contra a dengue” neste sábado (15). A limpeza continua no bairro e, pelo novo decreto emergencial, residências com focos potenciais do mosquito serão multadas.


Por conta da quantidade de lixo, foi preciso prorrogar o bota fora. As equipes de recolhimento não deram conta de finalizar o serviço neste final de semana. Além da sujeira, os agentes relataram vários casos de dengue na rua.


Diante de situações como essa, a prefeitura publicou um decreto emergencial, válido por 90 dias. Com isso, fica autorizada a entrada em imóveis públicos e particulares em caso de abandono, ausência do responsável ou recusa em receber os agentes de endemias.

Leia mais:

Imagem de destaque

Paraná decreta situação de emergência em saúde pública para dengue

Imagem de destaque
871 CONFIRMAÇÕES

Regional de Londrina é líder em casos de dengue no Paraná, segundo boletim

Imagem de destaque
PROTEJA-SE

Saúde disponibiliza novas doses da vacina bivalente para grupos prioritários

Imagem de destaque
REDE PÚBLICA

Criança terá que esperar por consulta com cardiopediatra até março de 2024


Pelo decreto, fica automaticamente autorizada a entrada no imóvel após 48h da primeira visita, quando será colocado um aviso em local visível. Se houver necessidade, a guarda municipal pode ser acionada.


No caso de 1 a 2 focos encontrados, será considerada infração leve com multa de R$ 50,00. Três ou quatro focos, infração média e multa de R$100,00. R$ 200,00 para infração grave, com cinco ou seis focos, e R$ 300,00 para infração gravíssima com 7 focos ou mais.


Se o problema não for resolvido, imóveis comerciais podem ser interditados por até 30 dias, com possibilidade de cassação do alvará. Em caso de reincidência, a multa dobra.


Segundo Felippe Machado, secretário de Saúde, essas ações são realizadas "justamente para podermos realizar todo processo de enfrentamento da dengue e dar o respaldo de legalidade necessário aos atos da administração pública".

 

Notícias relacionadas

© Copyright 2023 Grupo Tarobá